Trono Negro
Seja bem vindo a Trono Negro

Registre-se primeiramente e leia a mensagem de boas vindas em sua caixa de Mensagens Privadas

Wellcome to the jungle..


Fórum, destinado à Play By Forum, utilizando o sistema de RPG Vampiro: A Mascara produzido pela White Wolf.
 
InícioGaleriaPortalFAQMembrosRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Paola Martini
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 13
Idade : 25
Localização : Em algum lugar do Elísio da Camarilla
Data de inscrição : 13/08/2009

MensagemAssunto: Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais   Dom 16 Ago 2009, 02:16

Assim como qualquer vampiro comum, descansava durante a manhã e a tarde. A noite anterior me deixou com uma certa expectativa. Afinal, fui avisada pelo meu senhor, Matteo, de que seria na noite seguinte, que eu conheceria o Príncipe de Camarilla, podendo ser definitivamente reconhecida como membro da Seita. Mas estranhamente, não sonhava com nada, desde os meus primeiros dias de abraço. Ou pelo menos, não me lembrava de meus sonhos. Talvez, porque eu tivesse um sono pesadíssimo de manhã, tão pesado que talvez até me impedisse do ato de sonhar. Certo, Matteo já ralhara comigo, algumas vezes, por isso, mas taçvez ele tenha, à contragosto, se acostumado com isso. Apesar de vez ou outra, reclamar, pois eu poderia perder compromissos importantes. Eu tinha consciência disso, e sabia que tinha que trabalhar este lado.

Passaram-se as horas do dia. Apenas consegui abrir os olhos devido a uma batida de carro, que acontecia perto de casa, na avenida principal, e que foi algo realmente estrondoso. Sentei-me na cama de uma vez. Sentia-me um pouco cansada ainda. Mas era algo que eu tinha que superar. Levantei-me, e me livrei da camisoa lisa, branca, que servia como vestido, para mim. E comecei a me arrumar para a noite daquele dia. Eram exatamente 7:45 da noite, segundo o relógio que tinha no criado mudo do meu quarto. Já deveria ter me acordado há pelo menos uma hora atrá, para encontrar-me com o meu senhor, que provavelmente, deveria estar em seu escritório, para que ele me passasse recomendações finais.

Trajava agora, um longo vestido roxo claro, discreto, mas de bom gosto, que também poderia ser capaz de permitir rápidos e talvez até bruscos movimentos que eu pudesse fazer. Coloquei um anel de ouro na minha mão direita, e sapatos de salto plataforma, delicados, para não complicar os movimentos do meu corpo infantil. Com um batom claro, e mais alguns retoques na minha aparência, estava pronta.

Sendo assim, saí do meu quarto, de maneira tranqüila, serena, com a expressão neutra e indiferente a qualquer coisa, estampada em meu rosto. Apesar disso, procurava manter a imponência, própria de uma Ventrue. Seguia escada acima até o escritório de Matteo, que estava por trás de uma das portas do segundo andar. Mais exatamente, na primeira porta do corredor, que estava à direita.

Dei três batidas na porta, e esperei, até que me fosse dada a permissão de que eu entrasse. Assim feito, abri a porta, e vi o meu senhor, que olhava para mim. Também olhava para Matteo, que parecia ter também se preparado devidamente para aquela noite. Curvei minha cabeça, de maneira respeitosa. Afinal, deve-se sempre respeito com os superiores, se é de seu desejo se tornar próximo deles. Com a minha expressão calma, falei apenas:

- Estou pronta, senhor. Desculpe-me pela demora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caliban Infersarre
Ancião Príncipe
Ancião Príncipe


Nº de Mensagens : 2036
Idade : 482
Localização : Empire state
Descrição física : Caliban Infersarre é um homem consideravelmente de estatura mediana, suas roupas antiquadas refletem sua idade avançada e seu rosto repugnante é escondido por uma mascara de ferro com uma aparência muito rústica, muitos a confundem com uma mascara de ouro maciço, sua mãos são cobertas por luvas de couro, pretas e sua voz, contem um forte e arrastado sotaque russo.
Data de inscrição : 26/11/2008

MensagemAssunto: Re: Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais   Seg 17 Ago 2009, 13:30

Matteo balançava a cabeça positivamente, se levantando de uma cadeira de linha da qual estava sentado, pousava sobre o criado mudo o livro que estava lendo, era algo sobre a segunda guerra mundial nada de supra importância, ele colocava a mao sobre o ombro de Paola, com uma voz calma e tranqüila disse – Então vamos ao elisio principal ao encontro do Principe. Tenho algo a reportar a ele também... * Disse Matteo se dirigindo a saída da casa, la estava já preparado seu carro, de cor negra, era uma BMW, modelo esportivo de luxo, ele balançava a cabeça para um dos empregados que o aguardava *- Fique em casa Douglas, apenas eu a senhorita paola que vamos sair hoje * O mesmo balançava a cabeça positivamente, abrindo as portas para os dois entrarem, Matteo logo se sentava no banco do motorista ligando o carro e passando o cinto sobre seu tórax, logicamente que aguardava Paola fazer o mesmo, até que dava partida no carro em direção aos portões do condomínio de luxo. *

Já em meio ao tumultuado trânsito, matteo se virava para Paola – Pode colocar alguma musica para tocar?

_________________________________________________

group311741@hotmail.com

Adicione nosso chat em seu msn.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://trono-negro.vampire-legend.com/
Paola Martini
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 13
Idade : 25
Localização : Em algum lugar do Elísio da Camarilla
Data de inscrição : 13/08/2009

MensagemAssunto: Re: Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais   Seg 17 Ago 2009, 13:50

Enfim, enquanto eu observava Matteo, que me via, e se levantava, deixando o seu livro de Segunda Guerra de lado, para que pudessemos ir andando. Ele ainda colocara a mão no meu ombro, e me falou para irmos ao Elísio Principal. Porém, por aquilo que ele falou, havia outra coisa para que ele fizesse, por ali, além de simplesmente apresentar uma nova Neófita da Camarilla. De relance, olhei para a estante de livros do meu senhor, antes que pudesse sair dali. Alguns livros que não havia lido, ainda, e nem ele havia me deixado ler. Não me importava muito com isso, desde que eu tivesse os livros que eu gostava à minha disposição.

Nós saíamos juntos. Descia das escadarias, ao lado de Matteo, tranquila e aristocraticamente. Não demoramos muito para cruzar o salão e sair de casa. logo, encontrava-se o carro dele, uma BMW preta. Depois de avisar para Douglas, nosso motorista que nos esperava, que iria sair apenas comigo e "dispensá-lo", entramos no carro, com a ajuda do empregado.

Acomodei-me na poltrona, cruzando as pernas, de maneira mais confortável e colocando o cinto de segurança. Assim que fiz isso, o meu senhor deu a partida no carro, para dessa forma, sairmos do condomínio. Olhava para os lados, enquanto saíamos, e assim, o homem me pediu ara que colocasse uma música. Peguei um CD que estava guardado, do grupo "Era", para que se iniciasse a música "Ameno". Gostava do tom sóbrio da sua melodia.

Enfim, enquanto ganhávamos as ruas, pensava no que o meu senhor havia falado de início. Então, olhei para este e perguntei:

- Desculpe-me a indiscrição... mas o que você irá falar de importante para o Príncipe? Aliás... como ele é?

Continuávamos a nossa viagem, já fora do condomínio, neste momento, para entrar em uma rua adjacente à avenida principal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caliban Infersarre
Ancião Príncipe
Ancião Príncipe


Nº de Mensagens : 2036
Idade : 482
Localização : Empire state
Descrição física : Caliban Infersarre é um homem consideravelmente de estatura mediana, suas roupas antiquadas refletem sua idade avançada e seu rosto repugnante é escondido por uma mascara de ferro com uma aparência muito rústica, muitos a confundem com uma mascara de ouro maciço, sua mãos são cobertas por luvas de couro, pretas e sua voz, contem um forte e arrastado sotaque russo.
Data de inscrição : 26/11/2008

MensagemAssunto: Re: Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais   Seg 17 Ago 2009, 14:10

Matteo escutava a musica, até que a voz de sua garota penetrou sobre seus ouvidos fazendo duas perguntas diretas, seu rosto tornou-se muito serio naquele momento – Fora morto um membro de nosso clã. Sua casa foi invadida, e havia marcas de tiros por todos os lados. Um calibre alto, possivelmente uma metralhadora, quero saber que ele ira fazer a respeito sobre isso. Ainda mais sobre Arthur Wynchester. Por mais que ele mexesse com o submundo do trafico de escravos e outras coisas, até desconhecido por nos. Não poderá ser abafado este caso... * Logo ele escutava a pergunta de Paola sobre aparência do dito príncipe * - ele não é nada de Tom Cruise e Brad Pitt. Nada de Altivos peregrinos da noite, sedutores e românticos, deitando lábios irresistíveis sobre mulheres enfeitiçadas. * ele fez uma pausa enquanto a musica acabava e se iniciava outra * - Observe uma ilustração de H.R.Giger querida, com suas aberrações biomecânicas, e terá uma idéia aproximada. Não, não é parecido com o Oitavo Passageiro; ele, ao menos, você seria capaz de esquecer... Ele é uma figura totalmente bizarra querida. Se tivermos sorte, e ele estiver de bom humor não será necessário visualizar seu rosto...

_________________________________________________

group311741@hotmail.com

Adicione nosso chat em seu msn.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://trono-negro.vampire-legend.com/
Paola Martini
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 13
Idade : 25
Localização : Em algum lugar do Elísio da Camarilla
Data de inscrição : 13/08/2009

MensagemAssunto: Re: Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais   Seg 17 Ago 2009, 20:11

Eu procurava ouvir com atenção às palavras de Matteo, caso ele realmente ele estivesse disposto a me falar algo do tipo. Ele parecia entretido com a música, até que eu começasse a falar. Assim que minhas palavras form soltas, ele mostrou-se sério, com um semblante pesado. Certamente, ele estava para me contar algo bastante grave, que havia acontecido. E não me enganei.

Foi algo em relação à Morte Final de um dos nossos. Era, de certa forma, preocupante o fim de um Ventrue, mesmo que ele estivesse metido em assuntos obscuros, como meu senhor havia falado. Fora morto por balas de alto calibre, algo como munição de metralhadoras, provavelmente. Era algo que, definitivamente, deveria ser resolvido, se tratando de um Ventrue, um clã que a base primordial da Camarilla e da manutenção da Máscara. Há inimigos por toda a parte, que querem ver a derrocada da Seita. Sabás e Anarquistas, apenas um bando de baderneiros. Talvez tenha sido um deles. Mas também poderíamos considerar outras possibilidades, como a que eu levantei. Poderia ser apenas questão de negócios.

- Compreendo, senhor. Talvez a morte poderia ter sido causada por um acerto de contas por parte destes "contatos obscuros" de Wynchester, não?

Logo, Matteo começava a me falar do Príncipe, enquanto a música "Ameno" terminava, para começar outra do grupo Era, "Don't You Forget"...

"Don't you forget about me? Don't you forget about me? We were soft and young in a world of innocence. Don't you forget about me? Don't you forget our dreams? Now you've gone away, only emptiness remains..."

Sim, a cada vez mais que se aproximava o Elísio da Camarilla, eu iria ter que deixar mais vezes o conforto de meu refúgio. Para me fazer cada vez mais notada, eu teria que me livrar de alguns valores que eu mantinha. Ossos do ofício. Olhava pela janela, vendo as luzes da cidade.

Enfim, ele fez uma comparação assombrosa com a aparência do Príncipe e as obras de um pintor e escultor suíço, H. R. Giger. O que me deixou um tanto intrigada. Afinal, eu sempre tive uma visão sobre o Príncipe, de alguém carismático, com boa aparência. Mas isso não importva muito. Eu tinha ouvido falar sobre criaturs da noite, cainitas, assim como eu, mas que tinham feições deformadas.

- Entendo... isso quer dizer... ele é algo como... um Nosferatu? Eu nunca vi um, na verdade, mas já ouvi falar, nas poucas vezes que saí de casa... como eu deveria me portar diante dele?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caliban Infersarre
Ancião Príncipe
Ancião Príncipe


Nº de Mensagens : 2036
Idade : 482
Localização : Empire state
Descrição física : Caliban Infersarre é um homem consideravelmente de estatura mediana, suas roupas antiquadas refletem sua idade avançada e seu rosto repugnante é escondido por uma mascara de ferro com uma aparência muito rústica, muitos a confundem com uma mascara de ouro maciço, sua mãos são cobertas por luvas de couro, pretas e sua voz, contem um forte e arrastado sotaque russo.
Data de inscrição : 26/11/2008

MensagemAssunto: Re: Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais   Qua 19 Ago 2009, 03:17

- Possivelmente – Alegou Matteo virando mais uma esquina, já era possível visualizar o prédio, e percebia que já estavam próximos, talvez uma ou duas quadras.

- É, um nosferatu mesmo... – Alegou matteo com ar de indignado, talvez pelo fato de que um dia esta cidade já fora dominada por um ventrue como príncipe, porem o que aconteceu com o mesmo é algo tão obscuro, quanto a incerteza do que fazer no dia seguinte - Bem, caso ele ofereça algo para beber não negue, ele é capaz de saber cada vontade de cada um que vive sobre esta cidade, ele sabe de nossas fraquezas, mesmo não expondo aos outros, mesmo se ele retirar ou estiver sem luvas, e esticar a mao para cumprimentá-lo, deve o fazer, pois poderá haver uma afronta indiretamente sobre ele. Creio que é isto que deve manter em consciência querida – Completava virando o carro, entrando no estacionamento no sub solo -1 do prédio. O local era rotineiro como um estacionamento comum, porem o rosto de matteo era inquieto, talvez algo ali não agradece o mesmo, o alarme do carro era acionado assim que Paola estivesse já fora do carro.

Apertava o elevador, o aguardando – Este é o Elísio principal querida, parece que outros Elísíos ainda não estão devidamente apontados... – O elevador chegava, matteo aguardava sua “cria” entrar primeiramente, e apertava o botão para o penúltimo andar – Este prédio é cercado por mistérios e lendas "urbanas", os mais atrevidos alegam a dizer que aquele homem que vamos encontrar se atreveu a prender uma antiga alma as ferragens deste prédio. Outros alegam sobre uma ninhada de gárgulas que sobrevivem sobre os estacionamentos no sub solo. Estranho não?

_________________________________________________

group311741@hotmail.com

Adicione nosso chat em seu msn.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://trono-negro.vampire-legend.com/
Paola Martini
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 13
Idade : 25
Localização : Em algum lugar do Elísio da Camarilla
Data de inscrição : 13/08/2009

MensagemAssunto: Re: Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais   Qua 19 Ago 2009, 15:25

Matteo havia considerado aquela hipótese que eu havia levantado. Enquanto isso, chegávamos cada vez mais perto de nosso destino. O prédio onde estaria o Elísio estava ali, próximo, e em breve, eu me apresentaria ao Príncipe, que segundo o meu senhor, tinha uma aparência realmente aterradora.

Enfim, ele confirmou que aquele que tinha controle sobre New York, era realmente um Nosferatu. O tom dele parecia de indignação. E não era para menos. Sempre aprendi que os Ventrue eram os defensores da Máscara. Nós deveríamos estar em qualquer cargo que exigisse liderança e carisma. Mas enfim, era inútil discutir. Tinha que aceitar o fato. Então, ele me falou de algumas coisas que deveria fazer. Não se negar a beber algo, nem mesmo se negar a apertar a mão dele. Não demoramos muito para entrar no sub-solo do prédio. Estava disposta a fazer tudo direito, para não trazer problemas depois. Apesar de parecer algo como um estacionamento comum, a expressão do ancillae Ventrue parecia estranha, como se algo o incomodasse. Questionava a mim mesma se havia algo de errado por ali...

Saíamos do carro, e eu acompanhava ele, enquanto o alarme do BMW era acionado. Nos nos encaminhamos até o elevador, e ele apertava, enquanto apresentava o Elísio principal, e alegava que outros ainda não estavam prontos. Assim que o elevador chegou, e Matteo entrou, entrei junto com ele, e observei ele apertar o último andar. Ele falava sobre lendas urbanas, que haviam no prédio. Poderiam ser relacionadas a uma antiga alma presa nas ferragens pelo Príncipe, ou uma ninhada de Gárgulas.

- Prefiro ver tais coisas com meus próprios olhos, senhor. Porém não acredito que apenas uma alma faria geraria tantos comentários e, além do mais, é difícil prender uma alma, onde quer que seja. Se essas lendas tiverem um pouco de verdade nelas, acredito que, o que quer que seja que tenha aqui, tem em um número considerável. Pode ser até mesmo um bando de cainitas comuns que vivem à margem da sociedade vampírica e se escondem por aí para assustar as pessoas.

Disse, imaginando as possibilidades de maneira cética e analítica, enquanto começávamos a subir...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caliban Infersarre
Ancião Príncipe
Ancião Príncipe


Nº de Mensagens : 2036
Idade : 482
Localização : Empire state
Descrição física : Caliban Infersarre é um homem consideravelmente de estatura mediana, suas roupas antiquadas refletem sua idade avançada e seu rosto repugnante é escondido por uma mascara de ferro com uma aparência muito rústica, muitos a confundem com uma mascara de ouro maciço, sua mãos são cobertas por luvas de couro, pretas e sua voz, contem um forte e arrastado sotaque russo.
Data de inscrição : 26/11/2008

MensagemAssunto: Re: Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais   Qui 20 Ago 2009, 03:29

Matteo deixou escapar um sorriso, percebia que ainda havia coisas a se contar a sua pequena. – Sabe Paola, tem coisas das quais você ainda não ouviu falar. Já ouvi dizer, ainda não pude presenciar, mas existem membros que podem realmente mexer com estas coisas, como espíritos e almas. – Matteo levava os olhos rapidamente a numeração do painel, apenas para checar que andar estavam – Estes, são chamados de Giovannis, odeio fazer negócios com estes sujeitos.. – Completava indignado, enquanto a porta do elevador se abria, logo a frente percebia uma mulher e uma criança passando por uma cortina de veludo vermelha, que logo se fechava.

Havia logo a sua frente dois cães que estavam sendo mantidos por guias por dois seguranças, que curvaram sua cabeça na presença dos dois, um deles abria a cortina sutilmente, revelando o Elísio tomado por membros, a mao do segurança fora levada até o vão da cortina aberta, convidando os dois para entrar.

Matteo logo passava sem demora, passava os olhos pelo Elísio, procurando alguém para pedir uma informação, ele olhou para os olhos claros de Paola, assim que obtivesse contato visual, levava o rosto a um homem aleatório do local – Vê aquele sujeito querida? Ele é um dos algozes do príncipe, um membro de nossa linhagem, triste não? Um dos nossos ter que fazer um serviço sujo, como livrar a cidade de seres indesejados... Mas o respeite, será melhor... Irei apresentar você a ele, é bom ele conhecer seu rosto logo para não ter problemas...

O dito cujo o nome não fora dado por matteo, estava encostado na parede, com os braços cruzados, um olhar serio e frio rondava todos os lados do Elísio, cada brecha das paredes, até que cruzava os olhos do matteo, percebia que os dois estavam vindo a sua direção, desencostou da parede, levando sua mao aos próprios ombros jogando o cabelo branco e comprido para trás. Logo curvava a cabeça a presença de matteo, aonde Matteo fazia o mesmo gesto.

Matteo – Esta é a minha filha, Paola Martini, a qual havia lhe mencionado á dias atrás – falava para o homem enquanto esticava a mao a Paola.

- Um prazer conhecê-la Senhorita Martini, Sou Iregi Everwood – Alegou o homem com um simples gesto com a cabeça, sem ao menos estender a mao.

Matteo- Sabe me dizer se o príncipe esta ocupado Sr Everwood?

O homem simplismente balançava a cabeça em um sinal negativo, mas completava com sua fala – A ultima pessoa que esteve com ele, fora um homem novo, creio que ele esta livre.

Logo matteo pedia licença e se retirava rumo a um corredor tomado por quadros obscuros.

_________________________________________________

group311741@hotmail.com

Adicione nosso chat em seu msn.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://trono-negro.vampire-legend.com/
Paola Martini
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 13
Idade : 25
Localização : Em algum lugar do Elísio da Camarilla
Data de inscrição : 13/08/2009

MensagemAssunto: Re: Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais   Qui 20 Ago 2009, 09:43

Depois que falei ceticamente sobre as lendas urbanas que poderiam cercar aquele prédio, Matteo sorriu, de forma a deixar perceber que eu ainda tinha muito a aprender sobre aquela vida. Ele afirmava, realmente, que havia mesmo alguns cainitas que poderiam mexer com almas. Estes, se chamavam de Giovannis. E pelo jeito indignado que Matteo falou sobre eles, acho que não são pessoas muito confiáveis para se fazer negócios... ficava imaginando o que um Giovanni poderia fazer com aquele poder de acesso aos mortos... como dizia William Shakespeare, na obra de Hamlet: "Há mais coisas entre o céu e a terra do que julga nossa vã filosofia". Talvez eu não deveria ser tão cética assim. Mas isso não importava agora.

Enfim, a porta do elevador se abria. Uma mulher e uma criança entravam por uma cortina, desaparecendo rapidamente por trás dela. Nós fomos pelo mesmo caminho. Lá tinham dois seguranças com cães de guarda, que curvavam a cabeça, em cumprimento, e um deles abria a cortina, para que tivéssemos acesso ao Elísio. Começávamos a andar por ali para procurar por informações, até que em um certo momento, paramos. E Matteo olhou para mim. Assim que olhei para ele, de volta, ele levou seu rosto para um homem por ali. Um algoz Ventrue. O que me deixou decerta forma, perturbada. Afinal, os trabalhos de algoz eram para ser da Ralé! Talvez os papéis estivessem trocados, na Camarilla de New York.

Enfim, era melhor respeitá-lo, como Matteo havia me falado. Ele se apresentara como Iregi Everwood.

- O prazer é todo meu, Sr. Everwood. - disse, curvando a cabeça, em cumprimento.

Em seguida, o homem falou que o Príncipe havia estado com um homem novo. E que acreditava que ele não estava ocupado agora. Com isso, me despedi dele, enquanto Matteo pedia licença, e nos encaminhávamos por um corredor, com quadros um tanto obscuros... até demais, para mim. Se eu fosse uma Toreador, eu passaria direto por eles, e nenhum me chamaria atenção, a não ser por seu conteúdo de cores pesadas.

- Que quadros estranhos... - sussurrei para Matteo, enquanto continuava a andar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caliban Infersarre
Ancião Príncipe
Ancião Príncipe


Nº de Mensagens : 2036
Idade : 482
Localização : Empire state
Descrição física : Caliban Infersarre é um homem consideravelmente de estatura mediana, suas roupas antiquadas refletem sua idade avançada e seu rosto repugnante é escondido por uma mascara de ferro com uma aparência muito rústica, muitos a confundem com uma mascara de ouro maciço, sua mãos são cobertas por luvas de couro, pretas e sua voz, contem um forte e arrastado sotaque russo.
Data de inscrição : 26/11/2008

MensagemAssunto: Re: Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais   Sab 22 Ago 2009, 12:32

Spoiler:
 

Enquanto andavam pelo corredor, rodeado por quadros obscuros, alguns deles era quase possível perceber traços de rostos, entre um deles, matteo parava chocado com que via, mas se recompõe rapidamente comentando com Paola – Este é de Arthur Whynchester. Parece que o príncipe já tem o conhecimento do mesmo, sabe Paola – Ele passava os olhos pelo corredor todo enquanto falava - São quadros de pessoas que já não estão conosco, é um hobby do príncipe, uma maneira de imortalizar ainda mais aqueles que já se foram – logo a frente avistavam uma porta, rusticamente tratada, uma madeira de lei, talvez era Carvalho escurecido, mas muito bem entalhada, Matteo batia na porta duas vezes esperando assim uma resposta do outro lado, e o obteve uma resposta em forma de sussurro “Entre”.

Abrindo a porta era revelado um homem sentado atrás de uma mesa de mármore vermelhado, o odor do local era desagradável até mesmo para um mendigo bêbado. O homem estava coberto por vestis de um século já morto, estava com as duas mãos juntas, cobertas por luvas negras, aonde seus cotovelos apoiavam sobre a mesa, sua face era escondida por uma mascara magnífica com traços venezianos. Um leve movimento com a mao fora percebido, era um convite a se sentarem a duas cadeiras vagas em frente a mesa. Os olhos deste homem foram levados a um canto aleatório da sala, que era coberto por sombras, sem nenhum dos dois compreender ele voltou os olhos aos dois em sua frente, levou uma das mãos ao próprio peito, e sua boca oriunda, coberta por aquela mascara começava a se mexer.

Spoiler:
 

– Sou, Caliban Infersarre, - um sutil movimento com a cabeça fora dado – filho do ex justicar, já morto, J. Petrodon e irmão do atual Justicar Cock Robin. – Sua mão em seu peito voltava sobre a mesa – Se minha velha memória não me falha, voz és Matteo, descendente da linhagem do Atual Justicar, Ventrue, Lord Blaise Alfonso Jacob III – Um simples olhar fora possível distinguir a linhagem de matteo, então aqueles olhos esbugalhados e arrepiantes eram levados a face de Paola, esperando assim uma resposta da mesma.

Mas matteo resolvera falar antes de Paola, mas não pode completar uma única palvra, apenas o som de sua boca se abrindo fora possível antes que o dito Homem atrás da mesa desse uma ordem a um canto obscuro. – Max Symbal, acompanhe Matteo até a ante sala, - Um homem saia de dentro das sombras, seu tórax estava coberto por uma espécie de peitoral enferrujado, seu rosto era algo não imaginável, parecia que aquele homem que acabava de sair das sombras não possuía uma única carne ou músculo sobre a face. Seu rosto era tão branco quanto a uma neve, e seu olhar tão escurecido quanto o nada.

-Sim my Lord – Afirmou o homem pedindo para que matteo o acompanhasse ao lado de fora.

Os dois saíram então o dito homem com sua mascara voltava seus olhos a Garota em sua frente.
Spoiler:
 

_________________________________________________

group311741@hotmail.com

Adicione nosso chat em seu msn.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://trono-negro.vampire-legend.com/
Paola Martini
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 13
Idade : 25
Localização : Em algum lugar do Elísio da Camarilla
Data de inscrição : 13/08/2009

MensagemAssunto: Re: Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais   Sab 22 Ago 2009, 23:44

Andávamos por um corredor estranho, de quadros um tanto sombrios. Se eu estivesse viva e não acostumada com coisas relativas à morte, certamente sentiria um calafrio agora. Mas mesmo fisicamente morta e já habituada a sensações referentes à não-vida, eu ainda estava incomodada. Mas principalmente um me chamou a atenção. E parecia que a de Matteo também.

Então, depois de um tempo, ele me explicou que aquele quadro era referente a Arthur Wynchester, o Ventrue que fora assassinado. Isso queria dizer que o Príncipe sabia bem o que aconteceu. Enquanto continuávamos andando pelo corredor, Matteo me explicava que aquele quadro era referente a pessoas que já encontraram sua Morte Final. Enfim, chegávamos a uma porta, que parecia ser tratada de maneira rústica, de madeira de lei. O meu senhor, então, bateu na porta, onde uma voz, em forma de sussurro, permitia a nossa entrada.

O cheiro era péssimo no local. Até mesmo para estômagos mais fortes. Apesar de tudo, via-se um homem atrás de uma mesa de mármore avermelhado, com vestes de um século e luvas negras em suas mãos unidas, bem como sua face escondida por uma bela máscara. Enfim, foi-nos dado, com um movimento de mão, a permissão para que nos sentássemos. Por um momento, ele parecia olhar para algum canto na sala, até que nos dirigisse o olhar, o que achei estranho. Antes de começar a falar, colocou umas das mãos em seu peito. O Príncipe se apresentara como Caliban Infersarre, apresentando sua linhagem. E logo detectara a linhagem da qual eu e meu senhor éramos descendentes. Seus olhos pareciam esbugalhados, mesmo por trás de sua máscara de metal.

O Príncipe parecia querer uma resposta minha. Porém, Matteo decidira falar antes, apesar de não conseguir completar, já que o Príncipe deu uma ordem. Não para nós, mas para um tal Max Symbal. Olhei para trás, e vi alguém que poderia facilmente se passar por um esqueleto, se não fosse a sua pele, que talvez fosse a única coisa que cobria o magérrimo rosto. Tinha um olhar negro como um vácuo e tinha o tórax protegido, por um peitoral de metal, que já dava sinais de desgaste. Dessa forma, este homem pediu para que Matteo o acompanhasse.

Agora, estávamos a sós. Eu e o Príncipe. Não sabia o que ele queria falar comigo, que devia ser com a ausência de meu senhor. Enfim, apenas respondi o que Matteo provavelmente falaria:

- Bom... realmente viemos desta tradicional linhagem, Sr. Infersarre. Tive explicações sobre meus "irmãos" de família, durante estes longos anos como cainita. Mas creio que gostaria de saber algo a mais de mim.

Disse, de maneira respeitosa, e um tanto sincera. Afinal de contas, ele era o Príncipe. Eu deveria satisfações para ele a partir de agora, já que seria um superior.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caliban Infersarre
Ancião Príncipe
Ancião Príncipe


Nº de Mensagens : 2036
Idade : 482
Localização : Empire state
Descrição física : Caliban Infersarre é um homem consideravelmente de estatura mediana, suas roupas antiquadas refletem sua idade avançada e seu rosto repugnante é escondido por uma mascara de ferro com uma aparência muito rústica, muitos a confundem com uma mascara de ouro maciço, sua mãos são cobertas por luvas de couro, pretas e sua voz, contem um forte e arrastado sotaque russo.
Data de inscrição : 26/11/2008

MensagemAssunto: Re: Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais   Seg 24 Ago 2009, 04:00

O homem em frente a Paola, levava as mãos sobre sua mascara, enquanto escutava que a mesma tinha a dizer, se levantava ainda sem dar uma unicava palavra, de costas ainda, abria um pequeno frigobar, retirava dali um pequeno recepiete, abrindo em seguida e pegando um charuto, devolvendo a caixa para dentro do frigobar e largando sua mascara sobre a mesma.

Se virava para Paola novamente, sua face era desagradável, em torno de seu maxilar era desprovido de pele ou carne, seus olhos não possuia pálpebras, o que fazia ficarem mais esbugalhados ainda, muscos sobre seu crânio era notado, vermes, furúnculos, incluisive abaixo de seu pescoço havia uma pequena coloração esverdeada, talves fosse mofo... Ou outra coisa, seu toda sua face, parecia desprovida de pele, era levemente citrazida, mas tinha muitos ferimentos sobre seu rosto, talves isto fosse comum em nosferatus, sendo este o primeiro que paola teria visto, ou mesmo o nosferatu em sua frente teria realmente sofrido antes de seu abraço. Sua boca era levemente aberta, levando o charuto a boca, e acendendo em seguida, um longo trago antes de se sentar fora dado e já sobre a cadeira a fumassa se escapava pelos vãos de seus dentes, todos pareciao ser prezas, muito familiares a um maxilar de um predador, talves lembrasse um crocodilo ou não.

- Muito bem, Lady Martini, conversaremos agora somente entre nos. – Um som estranho saio da boca do nosferatu, parecia que ele suagava a saliva para dentro, mas o ar dentro de sua boca fazia com que um som estranho fosse emitido – Quando fora abraçada? Gostaria muito de saber, quem seria o homem que eu deveria escalpelar por ter abraçado uma pobre e inocente criança... – a pele acima de seus olhos se retratava, ele parecia realemente decepcionado com algo ou não, mas a garota em sua frente teria que escolher com clareza suas próximas palavras...


Off: Caso tenha sido abraçada aqui mesmo na cidade: 1~2 anos atrás, Seu senhor recebeu permiçao de Uriel. Cerca de 4~6 anos atrás, De Uriel e de Blair. Cerca de 7~9 anos atrás fora do príncipe Oliver. Cerca de 10 ou mais anos atrás fora do príncipe Angelus, ventrue...
(Sim muitos príncipes recentemente na cammy...)

_________________________________________________

group311741@hotmail.com

Adicione nosso chat em seu msn.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://trono-negro.vampire-legend.com/
Paola Martini
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 13
Idade : 25
Localização : Em algum lugar do Elísio da Camarilla
Data de inscrição : 13/08/2009

MensagemAssunto: Re: Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais   Seg 24 Ago 2009, 11:18

Dessa forma, enquanto ele falava, eu olhava o homem se levantar, e ficar de costas. Pegando num rigobar um recipiente, de onde tirava o charuto. Logo, devolveu o objeto ao frigobar, e largou a máscara sobre o local. Neste momento, me lembrava do que Matteo havia falado. De sua aparência bizarra, algo comum entre os Nosferatu. E então, eu me preparava para ver algo realmente bem pesado.

No entanto eu nunca poderia imaginar que poderia ser daquele jeito. Nem na pior das hipóteses que eu havia feito. Talvez as obras surrealistas de Giger fossem ainda mais "naturais" do que o que eu estava vendo neste momento. Ele olhava para mim, com os olhos esbugalhados, sem pálpebras. Sobre ele haviam vermes, e furúnculos, até mesmo muco e algo que parecia mofo embaixo do pescoço, devido ao tom esverdeado. Seu rosto aparentava ser algo como ossos do crânio expostos, se não fosse os vários ferimentos e cicatrizes que ali haviam. Por que aqueles ferimentos eram causados? Não dsaberia dizer. Apenas poderia dizer que o odor estaria irrespirável para um mortal qualquer, por exemplo. O que piorou, depois que o Príncipe começou a fumar de seu charuto. Tive que me segurar para não fazer nenhuma bobagem, e com, um certo esforço, manter a neutralidade em meu rosto, enquanto ainda tive tempo de observar sua arcada dentária, que poderia pertencer muito bem a um animal carnívoro.

Com um tom incomum aos meus ouvidos, o Príncipe me perguntou sobre quando eu tinha sido abraçada, e sobre o homem que me abraçara, ou aquele que deu permissão para que Matteo me abraçasse. Já me recompondo, aos poucos, da surpresa de ver um Nosferatu pela primeira vez, tentava responder, da maneira mais sincera o possível.

- Senhor Príncipe. Fui abraçada há mais de 30 anos, na realidade. Porém, preferi manter um período de aprendizagem da vida cainita, com o meu senhor, Matteo de Rossi. Na verdade, ele já era o meu tutor, antes mesmo de me fazer conhecer o Abraço, desde quando eu tinha seis anos, em vida, na época em que me mudei da Itália para os Estados Unidos. Ele já morava por aqui e me abrigou em sua casa, por já ter conhecido meus pais mortais, que já não estão mais no mundo dos vivos. Creio que devo agradecê-lo, pois de certa forma, não teria tempo para desenvolver a minha mente como eu queria, se continuasse como mortal.

Dei uma pausa, agora com mais naturalidade, porém com a mesma formalidade respeitosa, olhava nos olhos esbugalhados do Nosferatu.

- Matteo me explicou, que, em sua época, havia tido a permissão do antigo Príncipe Angelus, de nosso clã, para que me transformasse em vampira. Matteo reconhecia em mim alguém que se destacava dentre as outras pessoas, modéstia à parte. Não queria, no fim das contas, que eu seguisse uma vida comum. Que fosse uma adolescente comum, uma mortal comum e cometesse atos que talvez não fossem dignos de uma inteligência refinada. Eu tinha sede de sabedoria, e o Príncipe Angelus permitiu que eu explorasse novos horizontes.

Com um leve sorriso de canto, me ajeitava na cadeira, cruzando minhas pernas, de maneira aristocrática.

- Creio que não nasci para ser apenas uma pobre e inocente criança, Sr. Infersarre. Tanto que estou aqui, agora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caliban Infersarre
Ancião Príncipe
Ancião Príncipe


Nº de Mensagens : 2036
Idade : 482
Localização : Empire state
Descrição física : Caliban Infersarre é um homem consideravelmente de estatura mediana, suas roupas antiquadas refletem sua idade avançada e seu rosto repugnante é escondido por uma mascara de ferro com uma aparência muito rústica, muitos a confundem com uma mascara de ouro maciço, sua mãos são cobertas por luvas de couro, pretas e sua voz, contem um forte e arrastado sotaque russo.
Data de inscrição : 26/11/2008

MensagemAssunto: Re: Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais   Ter 25 Ago 2009, 11:25

Siga agora para este topico e leia meu ultimo post.
http://trono-negro.vampire-legend.net/role-play-f61/ny-m-o-empire-state-elisio-camarilla-t489.htm#14040

é uma continuaçao de sua livre.

_________________________________________________

group311741@hotmail.com

Adicione nosso chat em seu msn.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://trono-negro.vampire-legend.com/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais   Hoje à(s) 06:38

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Benvenuti nel mondo - Os ensinamentos finais

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Trono Negro :: Vampiro: A Mascara :: Cronicas Livres Completadas. [ Cemiterio ]-