Trono Negro
Seja bem vindo a Trono Negro

Registre-se primeiramente e leia a mensagem de boas vindas em sua caixa de Mensagens Privadas

Wellcome to the jungle..


Fórum, destinado à Play By Forum, utilizando o sistema de RPG Vampiro: A Mascara produzido pela White Wolf.
 
InícioGaleriaPortalFAQMembrosRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Lenda Urbana

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Evangel Mertiello
Criança da noite
Criança da noite


Nº de Mensagens : 158
Idade : 32
Localização : Newark
Descrição física : Altura: 1,70
Peso: 54 Klg
Pele: Branca
Deformidade: Não
Idade Abraço: 24
Cabelo: Preto / Branco
Olhos: Verdes

Data de inscrição : 04/06/2009

MensagemAssunto: Lenda Urbana   Qua 16 Set 2009, 19:18

A estatua de alice


Num pequeno bairro de Newark, um conto urbano começa a rondar sobre a cidade.



Alice
“Alice” é uma estátua de mármore de uma garota em posição de súplica. A figura foi erigida sobre uma base circular de tijolos e (incluindo-se a base) tem três metros de altura e 1,5 metro em sua maior largura (com os braços estendidos). O monumento tem as seguintes características:
Durabilidade 2, Tamanho 9, Estrutura 11 e Dano 2.


• Alice era uma garota de aproximadamente quatorze ou quinze anos. Ela morava na cidade com os pais e um irmão. Sua família tinha uma divida com uma tribo de índios que moravam próximos a sua antiga cidade, ela sofria de uma grande doença,mas graças a essa tribo ela pode ser salva. Mas um tempo atrás, uma tragédia assolou a aldeia. A morte da filha do pajé trouxe seca e desgraça a vida da tribo.
• A natureza da morte dessa criança é obscura. Alguns sugerem que a criança morreu num ataque perpetrado pelos homens brancos, ao passo que outros dizem que a criança faleceu vítima de uma doença ou da seca.

• Alice foi viver entre os índios como uma espécie de “restituição”, um substituto para a criança morta. Não se sabe se ela foi por vontade própria ou se foi forçada pelos pais. Os brancos esperavam aplacar os índios, e os nativos esperavam que a troca agradasse aos espíritos e preenchesse o vazio deixado pela criança morta.
• Não muito tempo depois de ter ido morar com a tribo, Alice acordou certa noite e se pôs a vagar pela floresta. Ela nunca mais foi vista.
• O desaparecimento de Alice está envolto em várias lendas. A primeira diz que suas pegadas conduziam a um deter-minado local e de repente desapareciam. Alguns pedaços das roupas da garota ficaram para trás, bem como algumas gotas de sangue.
• Uma das índias (de acordo com a lenda) viu o que aconteceu com Alice, mas foi incapaz de comentar o assunto. Tudo o que ela conseguiu dizer foi que “a terra estava com fome”.
• Depois do desaparecimento de Alice, a seca terminou.


• Depois que ela deixou o bairro, os habitantes começaram a dar pequenos presentes à família da menina para consolá-los pela perda e agradecer-lhes o sacrifício.
• Os familiares de Alice acabaram morrendo ou mudando de lugar e a casa deles foi destruída.
• O fato e a ficção relacionam (ou fazem coincidir) o sacrifício de Alice com o fim da seca ou maldição. Anos de¬pois, os habitantes continuavam a deixar pequenas oferendas (pedaços de tecido, comida, botões) no mesmo lugar onde ficava a casa de Alice.
• Algumas décadas mais tarde, um escultor (Alfred Gleick) usou dinheiro público para erguer uma estátua de Alice naquele terreno.

Suicidio

• Derek Blatt é um garoto inteligente, um bom garoto, que com certeza vai entrar numa boa faculdade e ser alguém na vida. Mas ele tem um lado sombrio. Ele é alvo de piadas na escola, é maltratado pelos garotos que praticam esportes e zombado pelas meninas. Seu pai é um verdadeiro babaca, e sua mãe — bom, ela pouco se importa. Externamente, Derek parece bem, aceitando tudo com naturalidade, mas um dia ele sai da escola, vai até a praça da cidade, coloca-se ao lado da estátua com uma pistola na mão e começa a disparar. Ao terminar, ele volta a arma contra si mesmo.

Um dia após o suicídio, a estátua de Alice começa a chorar. Lágrimas de verdade escorrem pelas bochechas de pedra formando pequenos regatos.
Algumas pessoas visitam a estátua diariamente, curiosas e maravilhadas com o fenômeno. E deixam pequenas oferendas aos pés da estátua, como costumavam fazer nos “velhos tempos”.


Descrever ação inicial acordando logo após um sonho

“Uma floresta tão vasta e tão fúnebre é possível se ver além de toda aquela neblina, uma garota que corre chamando por alguém, ela parece estar sendo seguida, o que traz ainda mais preocupação à menina. Alguns momentos depois nada mais se ouve, e a floresta se acalma.”

Número de personagens: 4-5

Seitas: Sabá. + Convidado's

.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Victor
Criança da noite
Criança da noite


Nº de Mensagens : 153
Idade : 26
Localização : Newark
Descrição física : Victor é alto \190 cm\ com traços europeus, sem grande beleza física, compensa com um sorriso marcante e carismático. Branco com músculos definidos mais não exagerados, olhos azuis, roupas leves que acabam por evidenciar mais suas muitas tatuagens em uma figura magnética. Alem das roupas vistas carrega também uma mochila às costas. Ver -> Avatar e Assinatura.
Data de inscrição : 06/09/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Qua 16 Set 2009, 20:09

Descrição de Desenvolvimento em 1ª Pessoa:

“Uma floresta tão vasta e tão fúnebre é possível se ver além de toda aquela neblina, uma garota que corre chamando por alguém, ela parece estar sendo seguida, o que traz ainda mais preocupação à menina. Alguns momentos depois nada mais se ouve, e a floresta se acalma.”

//Ainda sonolento, tanto pela minha distancia da humanidade quanto pela pouca compreensão deste sonho acordo// ((Comentário: Inteligência 01, Ocultismo 01 e Habilidade Oracular sendo sua Perturbação Megalomania vão se preparando pro que vai sair disso ae)). Victor, sentando puto na cama. -> A fala serio mais um desses sonhos estranhos!! §Esses avisos ou sei lá o que queu só vejo a ligação depois que tudo já fudeu§. Victor, se levanta começando a se vestir ->E porque diabos eu era uma minininha? Eu sou Espada caraio!! §Seu entendesse essas merdas antes de tudo explodir na minha cara ai sim§. Victor, pegando a mochila com seus pertences pessoais e saindo do galpão velho em que esta se refugiando -> Ai sim ia falar que a parada é maneira mais essas porra é pior que piadinha de cdf, tem que ser pakas nerd pra entender essas paradas estranhas. //Começo a andar chegando à rua//. §Mais pera ae a menininha tava fugindo, é isso ela tava fugindo de mim claro§ //Sorriso feliz//. §Deve ser um presságio da minha grandeza como caçador. Só pode§! §Mais se era porqueu não me vi§? //Olhava o Movimento//. §Os tolos não enxergam mais o destino já teme minha presença, só pode ser isso. Mais sei lá veio podia num ser eu afinal ela nunca ia conseguir fugir tanto assim de mim§.. //Andando feliz e convicto da minha grande descoberta//. §A que sabe se foce eu mesmo já tinha papado ela ao mo tempão§. §Vo seguir o sonho lá e pegar uma minininha hoje, quem sabe assim descubro o queu tenho que sacar dessa parada§. //Fazia muito tempo que não brincava com a comida então hoje era o dia//. §Tem tido um monte de otario pagando pau pra estatua da mininha lá§. //Ia na direção da Estatua//. §Fala serio esse povo crédulo acredita em tudo rapa te parece que essas coisa assim existe§. //Para abruptamente//. Victor, rindo dele mesmo -> hahahahaha, mais existe cara. //Ainda rindo, mais agora mais baixo//. §Pior que existe se é um Filho de Cain infeliz§. //Pensava enquanto andava marotamente com as mãos nos bolsos//. §Quer saber acho te que vou mesmo checar a estatua afinal essa menininha cagada de pombo pode ta chorando de verdade§. //Continuava andando//. §E se ta chorando sangue mesmo eu quero provar. Sera bom o gosto veio§? //Risinho abafado enquanto anda com o pensamento longe//. §Se num tiver nada interessante na estatua ainda vai ser um bom lugar de caça. Afinal crédulo sempre é otario e otario é presa fácil§. //Assobiando e andando animadamente via indo para o local da estatua//. §Ate que num foi um jeito tão ruim de começar a noite. Mais bem queu preferia um porno zinho§. Victor, andando de forma leve -> Bom fazer o que só eu sou perfeito. //Continua andando e assoviando//. ((Comentário: Normalmente é "nem tudo é perfeito")).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jihaj Hanan
Sai do forum e vai dormir!
Sai do forum e vai dormir!


Nº de Mensagens : 301
Idade : 116
Localização : NewArk
Data de inscrição : 23/03/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Qui 17 Set 2009, 20:41

Jihaj Acordava um naquela noite um pouco Inquieto como sonho muito estranho que tinha durante sua ultima noite:

“Uma floresta tão vasta e tão fúnebre é possível se ver além de toda aquela neblina, uma garota que corre chamando por alguém, ela parece estar sendo seguida, o que traz ainda mais preocupação à menina. Alguns momentos depois nada mais se ouve, e a floresta se acalma.”

Pesamento:Quer sonho Esquisito foi como se alguem estive fazendo um filme passar em minha mente,bom se for isso pode ser alguem querendo ajuda ou então querendo brincar com minha cara.

Fala: Seja oq for deixa vir não vai ser isso que vai me amedrontar ou me fazer ir a algum lugar para haveriguar tal coisa.

Jihaj acabava de se levantar e como de costume em dias calmos ligava a televisão para ver as noticias da noite.

Jihaj tentava fazer com que sua noite fosse apenas mais uma noite tranquila de folga mais aquele sonho esquesito não saia de sua cabeça e isso o deixava notoriamente encomodado.

Pensamento: Merda!!!
Agora essa sensação não me deixa em paz é como se ja tivesse visto aquele rosto antes em algum lugar.
Mais aonde?


Jihaj continuava a ver os noticiarios notoriamente encomodado.



Off: Uma duvida o rosto da menina do sonho é o mesmo da estatua de Alice não é?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Evangel Mertiello
Criança da noite
Criança da noite


Nº de Mensagens : 158
Idade : 32
Localização : Newark
Descrição física : Altura: 1,70
Peso: 54 Klg
Pele: Branca
Deformidade: Não
Idade Abraço: 24
Cabelo: Preto / Branco
Olhos: Verdes

Data de inscrição : 04/06/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Qua 23 Set 2009, 17:14

Primeira Noite
Quinta-Feira / 22:30hrs / Temperatura ambiente: 19ºc / Nublado


Em pequenas cidades, é comum que todos os que ali vivem, tenham um certo conhecimento básico, sobre o dia-a-dia de cada um. Não somente os seus afazeres, mas também visto ao extremo, sua vida entre os muros reclusos de seus segredos. Um homem pode muito bem hoje, vivenciar algo de novo em sua vida, que lhe deixe o ego elevar a compreensão, como pode também estar redigido as fatalidades de um coridiano infeliz. Mas enfim, em ambos os casos, serão raras as vezes que ele lidará com essa situação em anonimato. Não naquela cidade, onde os boatos escorrem pelos canos vazios de suas moradas decadentes.
Não foi diferente no caso de Alice, a pouco tempo ouviu-se da menina que foi entregue, ou se entregou que seja. Para "santificadamente" sanar a aflição do povo Lenape, e trazer de volta o bem da vida. Logo sua imagem fazia o "marco" do povoado, eram entregues grandes oferendas a garota, o povo havia criado cegamente (na visão dos mais descrentes) um monumento de adoração, que traria algo de melhor para o pequeno povoado.

Narração: Victor

No seu pequeno refúgio, Victor acordava logo após um sonho estranho, que parecia confundi-lo inicialmente. Sonhos realmente, são coisas inexplicaveis, a gama de profundidade do inconsciente faz com que até mesmo um "imortal" tenha certos desconfortos. Mesmo sem deixar-se abalar, Victor levanta-se, e prepara tuas coisas e sai do galpão abandonado. Na rua poucas eram as pessoas que se mostravam animadas a uma passeada, e noite findava escura, e poucos sons se ouviam naquelas esquinas tão escuras e desertas. A distancia do galpão de Victor, até a localização da estátua, estariam por volta de 30 minutos, o cainita continua a andar sem muita preocupação, até que de súbito, ve ao longe, um rapaz que corria em direção a um beco mais escuro.

Narração: Jihaj Hanan

Mesmo numa cidade onde tudo gira em torno de cada habitante, é dificil para cainitas se manterem incógnitos, sua alimentação tem de ser de tal forma reservada a locais especificos, e sua descrição preservada no momento de cada refeição. Um homem conseguia lidar com isso muito bem, dentro de seu refúgio, Jihaj se mantinha despreocupado com os boatos e comentários que circulavam na cidade.
Ao procurar uma distração, ele se senta diante o televisor, para poder ficar integrado das notícias locais. Após variar alguns canais, uma notícia aparentemente relacionada é informada na televisão:

Uma mulher anúncia no canal de noticias locais!

"Hoje nesta noite de quinta feira, mais um estranho acontecimento relacionado a Alice volta a chamar a atenção dos moradores, um jovem de 17 anos, comete suicídio com um tiro na cabeça diante a estátua! Derek atirou deiversas vezes no monumento, suicidando-se em seguida. A polícia local afasta os curiosos, a situação aumenta ainda mais os ministérios que envolvem a pequena Alice."

A notícia termina, voltando a programação normal.

OFF: Respondendo a sua duvida, pode existir ligação entre a menina do sonho e Alice sim! Ou não, isso vai ficar mais evidente no decorrer da cronica, em relaçao a isso até então vocês não viram o rosto dela no sonho beleza! ^^


Última edição por Evangel Mertiello em Sex 25 Set 2009, 18:16, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jihaj Hanan
Sai do forum e vai dormir!
Sai do forum e vai dormir!


Nº de Mensagens : 301
Idade : 116
Localização : NewArk
Data de inscrição : 23/03/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Qua 23 Set 2009, 21:40

Jihaj trocava os canais quando uma coisa lhe chama a atenção:

Citação :
Uma mulher anúncia no canal de noticias locais!

"Hoje nesta noite de quinta feira, mais um estranho acontecimento relacionado a Alice volta a chamar a atenção dos moradores, um jovem de 17 anos, comete suicídio com um tiro na cabeça diante a estátua! Derek atirou deiversas vezes no monumento, suicidando-se em seguida. A polícia local afasta os curiosos, a situação aumenta ainda mais os ministérios que envolvem a pequena Alice."


Fala: Bom acho que não vai ter nada divertido pra eu fazer hoje msm >Uma pausa para pensar. é o négocio é ir atraz de emoção então.

Jihaj se levanta-va e ia ate uma sala no fundo da casa e pega-va suas 2 cimitarras seu sobretudo e em seguida voltava para o seu quarto apanhando seu celular e sai indo em direção a localização da estatua ( moro em New York caso precise ir para New ark sigo ate la com meu carro blz)

Ja na proximidades da estatua:

JIhaj estaciona seu carro nas proximidades e segue a pé ate a estatua e de inicio apenas observa o local.



Off: Vou parar por aqui pq estou veio sem tempo hoje mais entro de 3ª a domingo a noite blz.
amanhã estou aqui novamente.

se preciso algum teste é so falar;
Voltar ao Topo Ir em baixo
Victor
Criança da noite
Criança da noite


Nº de Mensagens : 153
Idade : 26
Localização : Newark
Descrição física : Victor é alto \190 cm\ com traços europeus, sem grande beleza física, compensa com um sorriso marcante e carismático. Branco com músculos definidos mais não exagerados, olhos azuis, roupas leves que acabam por evidenciar mais suas muitas tatuagens em uma figura magnética. Alem das roupas vistas carrega também uma mochila às costas. Ver -> Avatar e Assinatura.
Data de inscrição : 06/09/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Qui 24 Set 2009, 12:12

Comentário Inútil:

Ae. \\\\\\\\o///////// valeu Evangel.

Mais tipo só pra avisar como o Victor tem Expressão 00 e Inteligência 01 ele fala mal com um monde de diminuição e erros em algumas palavras (algumas gírias também). Então se vc não entender algo ou eu tiver pegando muito pesado nas palavras aqui só falar. Very Happy

Descrição de Desenvolvimento em 1ª Pessoa:

//Andando na direção da praça//. §Essa cidade é pequena pa caramba então deve te bem pouco dos meus aqui§. //Fingindo não ta ligado mais atento ao redor//. §Mais isso vai se bom veio§. //Começa a sorrir//. §Os boatos vão correr rápido assim, qualquer coisa queu fizer deve chegar em quem ta no comando da banheira§. //Olhava as ruas que iam passando e o movimento de carros, motos, pedestres//.... §Tenho que focar logo, usar mais as facas, treinar outras coisas também. To precisando da uns soco por ai, achar uns da Bastarda ((Comentário: Bastarda = Camarilla)). Pra coleção de cabeças. Já passo da hora do Grande Victor aqui se respeitado§. ((Comentário: Desvantagem Objetivo Condutor: Acumulo de Poder Pessoal + Megalomania)). §Só tenho que me alimentar logo pra pegar o Pique§. //Acelerava um pouco o passo//. §Pra chega bem na cidade vamo começar pela culinária regional, hahahaha§. //Começo a roer as unhas enquanto ando//. ((Comentário: Roer as Unhas tique nervoso para Ansiedade)). §Mais merda cara essa praça num chega caraiu§. //Já puto e ainda indo pra praça//. §Devo ta andando a umas 2 horas já mais Beleza alem do temperinho que a estatua vai da pro lanche, depois começo a ve casa melhor, nesse horário acho que só vo acha mesmo é Puta na rua então mais facil achar uma minininha na cama dos papais quetinha dentro de casa§. //Com a outra mão coça a cabeça pensando, mais continua andando e roendo a outra mão//. §Eu decidi que quero um Barril novim então vo achar um barril novo, também vo provar o sangue da Estatua e di quebra vo praticar no percurso. Afinal a pratica leva a perfeição. Apesar deu já se perfeito. Hahaha, o povo daqui é tão babaca que dependendo de como eu fizer eles te coloca a culpa na Estatua§. //Atravessa um cruzamento chegando mais e mais pro lugar//. §Aquele sonho aumento o apetite e já tava com fome ontem então tem que vê isso antes de foca pra Porrar o Vincent§. ((Comentário: Ta na Historia -> Desafiei O Malkavian que me Abraço, em 5 Anos o Bando vai voltar a essa cidade e vou acertar minhas contas com esse cara. Temos uma Aposta)). §Também tem que foca em um monte di coisa. Sabá nenhum me conhece ainda nessa porra mais já já isso vai ...§ //Vejo um rapaz correr em direção a um beco escuro//. §Que que o Malandro ta aprontando bichu§? //Volto a sorrir colocando a mão que estava roendo no bolso//. §Ele correu prum beco escuro, ne muito normal barril fazer isso não§. ((Comentário: Ativo Ofuscação Nível II – Presença Invisível Próximo à parede e vou indo também para o beco)). §Como bom samaritano vamo ajuda esse babaca com problemas§. //Olhando atento em volta procurando algum motivo praquela correria dele//. §Ou claro vou eu mesmo virar o problema§. //Sorrindo continuo indo ate o Beco olhando em volta e procura de um possível perseguidor//. §Vamo vê do que ele tá correndo ou tentando se esconder§.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Joan Sivelgate
Frequentador
Frequentador


Nº de Mensagens : 60
Idade : 30
Localização : Nova Iorque
Descrição física : Joan é uma jovem loira que aparenta ter untre 22 a 23 anos, dona de um porte atletico e beleza que chama muito atenção de qualquer pessoa, ela prefere roupas que não impedem sua movimentação, mesmo por que está sempre disposta a enfrentar o desconhecido, na maior parte do tempo ela usa calça de couro e botas e quando possivel, carrega sua espada. Quando está em algum evento da alta sociedade, usa
Data de inscrição : 10/09/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Qui 24 Set 2009, 18:05

Joan ainda estava dormindo quando vem a imagem de: “Uma floresta tão vasta e tão fúnebre é possível se ver além de toda aquela neblina, uma garota que corre chamando por alguém, ela parece estar sendo seguida, o que traz ainda mais preocupação à menina. Alguns momentos depois nada mais se ouve, e a floresta se acalma.” Joan então abre seus olhos e se senta em sua cama, coça sua sobrancelha direita e fica pensando qual seria a razão desse sonho que parece ser sem nenhum sentido para ela, elavai até a sua comoda e fica de frente para seu espelho, coloca sua bota cheia de fivelas que chegava até o seu joelho com sua calça de couro preta e por fim coloca sua jaqueta marrom... ela começa a arrumar o seu longo cabelo com uma fita dourada, que muitos poderiam dizer que era de ouro puro, pelo brilho que emitia, por alguma razão as empregadas sempre arrumavam alguma desculpa para ficar no quarto da alpinista, uma das arrumadeira, enquanto esticava o lençol da cama de Joan comentava sobre uma estranha estatua que está na cidade de Newark, onde um jovem cometeu suicidio com um tiro na cabeça. Joan estava prestes a perguntar mais detalhes para mulher, quando seu celular toca, ela olha e constata que é uma antiga amiga...

-Joan querida, estamos indo para Las Vegas! não quer vir conosco?

Ela simplesmente desliga o celular e continua a ouvir a conversa das empregadas... "o nome do garoto era Derek e para o espanto da jovem, a estatua também tem um nome: Alice... será que essa noticia mereceria alguma investigação por parte de Joan? "Pelo menos deve mais interessante do que alguentar bebados dando em cima de mim lá em Las Vegas... mas vamos ver se eu consigo mais algum detalhe com as minhas babás de plantão..." Joan se direção de forma educada para a arrumadeira que estava contando a novidade...

-Manuela querida, isso que você está falando é grave, não é? não tem mais nenhum detalhe? eu não costuma assistir televisão...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Evangel Mertiello
Criança da noite
Criança da noite


Nº de Mensagens : 158
Idade : 32
Localização : Newark
Descrição física : Altura: 1,70
Peso: 54 Klg
Pele: Branca
Deformidade: Não
Idade Abraço: 24
Cabelo: Preto / Branco
Olhos: Verdes

Data de inscrição : 04/06/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Sex 25 Set 2009, 15:53

Primeira Noite
Quinta-Feira / 22:50hrs / Temperatura ambiente: 19ºc / Nublado


Aquele região sempre foi alvo de inúmeras expeculações em volta de cranças. Existem alguns moradores mais antigos que ainda mantém, "reuniões informais", aquele velho costume, onde alguns se juntam na pequena praça, onde há sempre um que toma o rumo da história, criando, inventando e aumentando situações. São dai que surgem os mitos que se espalham à redor. Alice era agora o centro das atenções, depois de alguns meses do desaparecimento da menina, e a crença criada em cima da estátua. Está é a primeira vez que algo relacionado acontece. Dizendo isso em referência ao suicídio de Derek.
A notícia se espalhou como o vento, e o clima fica tenso aos moradores mais antigos e conservadores.

Narração: Victor

Victor se mantinha num bairro pouco movimentado de Newark. As casas se ocultavam em meio a neblina e as grandes àrvores pelas mediações. Ele caminhava entretido em seus próprios pensamentos. Logo que avista um homem correndo, ele se mantém incógnito, com sua ofuscação.
Alguns metros dali. o homem que corria freneticamente, cai ao chao! E levemente machucado, fica sussurando algo.

"Eu avisei.... eu disse a ele...não funciona nenhuma delas próximo a estátua..!

Narração: Jihaj

A viagem não havia sido muito longa. Depois de cerca de vinte minutos, ele chega ao tão comentado local. Devido a neblina, era dificil encontrar alguma vaga em meio ao parque. Dificuldade a qual tentava ser sanada pelos guardas locais, que tentavam conduzir a gama de curiosos.
Um dos guardas aproximou-se do carro de Jihaj, e disse-lhe:

"Estamos com um pouco de dificuldade aqui senhor! Onde pretende ir?"

Havia um cordão de isolamento envolta da estátua, e a quantidade de pessoas, era razoavelmente alta.

Narração: Joan

Após acordar confusa devido a um sonho estranho que acabava de ter, Joan começa a se arrumar, logo é interronpida pelo telefone, ao atender deixa se distrair pela conversa dos empregados logo próximo.
As empregadas conversavam baixo, tentando disfarçar enquanto fugiam do serviço para falar do acontecimento, Joan se aproxima, perguntando mais sobre o ocorrido.
Uma das empregadas, se assusta, e tenta se recompor na frente de Joan. Logo dizendo:

"Estava ai senhora nem a pervebi! Mas senhora, viu o que está acontecendo em Newark, um jovem se matou!" Elal fala espantada! Algo de alguem que se impressiona facilmente!

"Eles dizem que foi por causa da estátua da menina, tem até policia la agora senhora, e algo assim, pra se passar até na tv, deve ser grave!"

A mulher fala enquanto fingi fazer algum serviços doméstico.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Joan Sivelgate
Frequentador
Frequentador


Nº de Mensagens : 60
Idade : 30
Localização : Nova Iorque
Descrição física : Joan é uma jovem loira que aparenta ter untre 22 a 23 anos, dona de um porte atletico e beleza que chama muito atenção de qualquer pessoa, ela prefere roupas que não impedem sua movimentação, mesmo por que está sempre disposta a enfrentar o desconhecido, na maior parte do tempo ela usa calça de couro e botas e quando possivel, carrega sua espada. Quando está em algum evento da alta sociedade, usa
Data de inscrição : 10/09/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Sex 25 Set 2009, 16:46

Joan coça novamente a sua sobrancelha direita ao ouvir a resposta da empregada, ela olha para seu quarto como se estivesse procurando algum motivo para que as duas empregadas e lamenta que elas aparentemente não sabem mais nada que possa ajuda-la sobre o ocorrido...
-Manuela, não se preocupe, hoje em dia aparece qualquer coisa na televisão, não é verdade? Agora vocês duas podem me deixar um pouco sozinha? preciso pensar em algumas coisas agora. A proposito, sabe em que lugar de Newark se encontra essa estatua? Ela agora pega seu celular e coloca em sua jaqueta e espera as empregadas sairem. Assim que elas saem, Joan também pega a sua carteira com apenas tres notas de cem dolares e em seguida apanha a sua bela espada que estava em cima de uma cadeira, ela esta cuidadosamente enrolada com um tecido de seda azul, mais parecendo um guarda-chuva ou até um bastão pequeno, assim que pega seus pertences, ela vai de encontro a sua moto Honda CBR 600 que se encontra na garagem esperando por mais emoção...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jihaj Hanan
Sai do forum e vai dormir!
Sai do forum e vai dormir!


Nº de Mensagens : 301
Idade : 116
Localização : NewArk
Data de inscrição : 23/03/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Sex 25 Set 2009, 19:21

Só estou de passagem como tinha ouvido falar sobre o ocorrido aqui dei uma passadinha aqui.
sabe como que é né curiosidade mais não quero atrapalhar o seu trabalho senhor.


Jihaj seguia com o carro para mais longe dali um pouco ate um local aonde pode-se estacionar seu carro e voltava ate o local a pé.

Se aproxima das pessoas no local com um pouco de descrisão e diz: (a qualquer pessoa civil que parecer ser mais curiosa ali)

Boa noite amigo !!!!
Oque ocorreu aqui?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Victor
Criança da noite
Criança da noite


Nº de Mensagens : 153
Idade : 26
Localização : Newark
Descrição física : Victor é alto \190 cm\ com traços europeus, sem grande beleza física, compensa com um sorriso marcante e carismático. Branco com músculos definidos mais não exagerados, olhos azuis, roupas leves que acabam por evidenciar mais suas muitas tatuagens em uma figura magnética. Alem das roupas vistas carrega também uma mochila às costas. Ver -> Avatar e Assinatura.
Data de inscrição : 06/09/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Dom 27 Set 2009, 01:06

§Te que cidade pequena tem lá us atrativos§. //Passo a língua nos lábios enquanto vo me aproximando usando Presença Invisível//. §O só que atrativo esse babaca cá na minha frente hahahaha§. //Olho na direção que ele veio procurando por algo que possa ter causado essa corrida toda//.§Borá La o fruta§. //Ajoelho perto dele ainda usando ofuscação//. §Qual o motivo da boiolagem§? //Volto a olhar para a direção da onde ele veio se não tiver nenhum perseguidor ou outra parada assim Volto a olhar pra ele com descaso//. §É só um amarelão mesmo. O mane§. //Levanto sem interesse me afastando do babaca e voltando a rota. Afinal queria uma garotinha hoje ainda e perde tempo com ele podia faze mal pro apetite mais ae o cara começa a falar//. Babaca -> "Eu avisei.... eu disse a ele...não funciona nenhuma delas próximo a estátua..! //Me virando de novo pra ele já um poço longe mais nem tanto assim//. Victor,coçando a cabeça meio que sem entender nem da bola pro cara -> Ae que que não funciona perto da Estatua rapa? //A palavrinha mágica pra chamar minha atenção,afinal tava indo pra lá//. Victor,com as duas mãos atrás da cabeça -> Tá correndo do que cara? §Responda certinho e ganha um doce responda errado e vira o doce§. //Involuntariamente passo a língua pelos dentes//. §É veio to afim mesmo de ranga§. //Agachava perto do humano//. §Se vai se útil de varias maneiras§. //Se ele tentar Fugir do um soco nele pra deixa ele queto seguro e arrasto pro beco escuro em busca de mais privacidade e pra não ser visto possivelmente Brincando//. Victor,olhando Nos Olhos dele ->E então cara que que ta pegando?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Evangel Mertiello
Criança da noite
Criança da noite


Nº de Mensagens : 158
Idade : 32
Localização : Newark
Descrição física : Altura: 1,70
Peso: 54 Klg
Pele: Branca
Deformidade: Não
Idade Abraço: 24
Cabelo: Preto / Branco
Olhos: Verdes

Data de inscrição : 04/06/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Seg 28 Set 2009, 02:27

Primeira Noite
Quinta-Feira / 23:10hrs / Temperatura ambiente: 16ºc / Nublado


O tempo continuava instável, a neblina era vasta e cobria grande parte do parque de Newark. Talvez seja essa a primeira vez a ocorrer algo de tal proporção. Os moradores até começavam a estranhar e densidade e a intensidade desse fenômeno natural. Grande parte da população que mora aos arredores tiveram por predileção, se manter em suas próprias casas; Enquanto alguns mais ousados, principalmente jovens curiosos, decidiram ir até o local da tragédia envolvendo o suicídio do jovem Derek.

Narração: Jihaj

Jihaj após falar com o guarda, direcionou seu carro um pouco adiante para evitar maiores transtornos, algo eu já estava quase fora de controle a policia local, eu se desdobrava para conter a manifestação dos curiosos. Fora criado um isolamento de aproximadamente 7 metros de distancia ao redor da estátua para manter o povo afastado. Logo envolta um velho se espremia para tentar olhar, quando Jihaj pergunta a ele sobre o que acontecia, ele responde:
_Estou tentando ver rapaz, mas pelo que me parece um homem se matou, é uma pena, parecia tão jovem, dizem que ele tentou destruir a estátua! Deve ser castigo!

Narração: Joan

Manoela se mantinha ainda, preocupada com tudo aquilo, noticias dessas, mexiam muito com o povo, e ela se preocupava bastante com isso.
_Senhora, me disseram que fica em um parque no centro de Newark. Joan sai logo depois da informação, e se prepara para ir a algum lugar. Manoela desce até a garagem de Joan e pergunta á ela:
_Pretende ir a Newark senhora? Caso deseja ir até lá, gostaria que levasse algo com a senhora!Manoela chega até Joan, e lhe entrega uma caderneta!
_Anotei algumas coisinhas aqui sobre a noticia senhora!
Logo aquela noite parecia preparar emoções das quais Joan poderia apreciar.

Narração: Victor

Victor se mantinha oculto, mesmo que sem disciplina alguma, seria fácil se ocultar devido ao mau tempo. Ele aproximou-se de homem que parecia estar muito preocupado com algo, ele dizia coisas das quais Victor não pode decifrar, com seu jeito despojado, Victor tenta tirar algo do homem que parecia muito assustado. E fica aflito quando o vampiro o questiona. Em seguida ele responde.

_Você também...Não vai funcionar, nenhuma funciona! O homem atordoado solta um grito de pavor logo após a frase, em seguida desmaia sem deixar mais palavras.

[Off / Fazer um teste de Investigação + raciocínio dif 6 para averiguar o homem a sua frente.


Última edição por Evangel Mertiello em Ter 29 Set 2009, 00:02, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Joan Sivelgate
Frequentador
Frequentador


Nº de Mensagens : 60
Idade : 30
Localização : Nova Iorque
Descrição física : Joan é uma jovem loira que aparenta ter untre 22 a 23 anos, dona de um porte atletico e beleza que chama muito atenção de qualquer pessoa, ela prefere roupas que não impedem sua movimentação, mesmo por que está sempre disposta a enfrentar o desconhecido, na maior parte do tempo ela usa calça de couro e botas e quando possivel, carrega sua espada. Quando está em algum evento da alta sociedade, usa
Data de inscrição : 10/09/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Seg 28 Set 2009, 10:39

Joan dá um leve sorriso com o canto da boca quando recebe a cardenete de Manoela, ela já estava colocando o capacete, quando a sua empregada a encontrou na garagem...
-Ora, muito obrigada, Manoela. Mas eu já lhe disse, não deve ser nada de grave. Joan olha para as anotações de Manoela. Agora eu vou pegar a estrada e se você não comentar nada sobre a nossa conversa eu lhe agradeço muito, tá todo mundo no meu pé desde que eu voltei, ok? Joan liga a moto e cai na estrada, comforme vai chegando a Newark ela percebe que a neblina aumenta cada vez mais... Caramba, em Nova Iorque não tinha essa neblina, o que tá acontecendo? E joan prossegue, desviando dos carros o melhor que pode... até chegar ao seu destino...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Victor
Criança da noite
Criança da noite


Nº de Mensagens : 153
Idade : 26
Localização : Newark
Descrição física : Victor é alto \190 cm\ com traços europeus, sem grande beleza física, compensa com um sorriso marcante e carismático. Branco com músculos definidos mais não exagerados, olhos azuis, roupas leves que acabam por evidenciar mais suas muitas tatuagens em uma figura magnética. Alem das roupas vistas carrega também uma mochila às costas. Ver -> Avatar e Assinatura.
Data de inscrição : 06/09/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Seg 28 Set 2009, 13:21

Descrição de Desenvolvimento em 1ª Pessoa:

//A neblina estava mais e mais suspeita, mais isso não me preocupava de verdade//. ((Comentário: O Victor não liga a MINIMA pra isso)). //O homem parecia muito preocupado, falando sozinho em pânico talvez, se não bem próximo disso//. §Oia o cara ta quase se mijando todo hahahahaha§. Homem Bundão, Aflito -> Você também...Não vai funcionar, nenhuma funciona! //Levanto uma sobrancelha olhando pra ele sem entender//. §Ham come que é§? Victor, abaixa segurando ele pela camisa -> Quale sua bicha! //Do uns tapas pra vê se o cara acorda//. Victor, sacudindo ele pela gola do pescoço aonde ta segurando da camisa -> Vira omi caraiu! Vê se fala que nem espada. To entendendo porá nenhuma que se ta gruindo ai. //Solto a camisa dele//. Victor, Olhando o cara -> Fala pra fora e sem essas parada viajante valeu? Solta o verbo ae. //To esperando ele falar, mais já aviso que não só muito paciente//. ((Comentário: Cara preciso aumentar a int dele, é duro se tão tapado, sem falar de ser o típico mane tosco Very Happy )).

Comentário:

Teste – Raciocínio 01 + Investigação 02 Dif 06


Última edição por Victor em Seg 28 Set 2009, 13:41, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Personagem Mestre
Adiministrador
Adiministrador


Nº de Mensagens : 1601
Idade : 28
Localização : Trono Negro
Data de inscrição : 16/05/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Seg 28 Set 2009, 13:21

O membro 'Victor' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'10 faces' : 9, 8, 9
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://trono-negro.vampire-legend.com
Jihaj Hanan
Sai do forum e vai dormir!
Sai do forum e vai dormir!


Nº de Mensagens : 301
Idade : 116
Localização : NewArk
Data de inscrição : 23/03/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Seg 28 Set 2009, 20:22

Fala: Que isso eu não sabia que ele tinha tentado destruir a estatua não!
E que eu não moro aqui nas redondezas do park não e quando fiquei sabendo do suicidio achei que isso poderia me render uma graninha (
um tempinho de pausa para respirar ah é que sou reporter free lence!

O senhor sabe o pq que ele tentou destruir a estatua?!

Coitado a familia dele mora aqui perto?


Jihaj tipo resmungava como se estivesse com pena do garoto que se suicidou.( coitado perecia ser tão jovem né.)




Sistema:

teste para ver se encontro algo nos arredores: Perc + investiga =4

[Rolagens 4 dados]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Personagem Mestre
Adiministrador
Adiministrador


Nº de Mensagens : 1601
Idade : 28
Localização : Trono Negro
Data de inscrição : 16/05/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Seg 28 Set 2009, 20:22

O membro 'Jihaj Hanan' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'10 faces' : 5, 6, 4, 9
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://trono-negro.vampire-legend.com
Evangel Mertiello
Criança da noite
Criança da noite


Nº de Mensagens : 158
Idade : 32
Localização : Newark
Descrição física : Altura: 1,70
Peso: 54 Klg
Pele: Branca
Deformidade: Não
Idade Abraço: 24
Cabelo: Preto / Branco
Olhos: Verdes

Data de inscrição : 04/06/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Ter 29 Set 2009, 14:53

Primeira Noite
Quinta-Feira / 23:25hrs / Temperatura ambiente: 14ºc / Nublado


A noite começava a esfriar, formava uma daquelas que te prende em sua casa, onde o chocolate quente e o filme das 23:00, é o mais cogitado, é comum ver numa cidade assim, onde o individualismo impera, cenas parcialmente chocantes. Digo parcialmente, porque em qualquer canto do mundo encontramos tais casos. Um exemplo; um homem em sua sã consciencia, passa em meio a praça de Newark, longe da etátua ainda, ele caminha com seu cigarro aceso, imponente com seu casaco marrom e bem alinhado, ele tem em mente " Esta é uma noite para demônios! ". Ele continua andando cabisbaixo, seus pensamentos continuam voltados a estátua. Ele passa em frente a um beco onde dois jovens, colocam seus "fucinhos" dentro de um saco plastico, e aspiram sem medo algum, entrando no seu pequeno transe pessoal.
"Fucinhos", sim, o homem do casaco marrom pensava assim daqueles garotos marginalizados. Tommy Washington, lembrava por um pequeno espaço de tempo " O passado marca! ".
Tommy continua, agora em passos mais rápidos, logo ele chega próximo ao local X. Ao longe ele só observa incógnito. Todo aquele alvoroço em volta de estátua.

Narração: Joan

Manoela se preocupa muito com Joan, aquelas preocupações adquiridas com o tempo de convivência. Afeto que é muito comum entre as pessoas. Ela entrega a caderneta contendo: A localização, o nome do garoto (Derek), o horário do acontecimento, mais algumas pequenas informações adcionais.
Joan pega o caminho até Newark, e de certa forma, se surpreende com o neblina.
Enquanto seguia em direção, ela passava por alguns carros rapidamente, poucos, devido ao horario, certo momento na estrada, ele se envontra em uma pista longa e mal iluminada, em volta, somente árvores a perder de vista. E a neblina ainda densa, faz que ela tome uma surpresa: Quando no meio da pista surge um vulto branco! Que mesmo iluminado pelo farol da moto de Joan, não faz com que ela decifre a primeira vista!

[Off - Fazer teste de Destreza + Condução Dif: 6 / Para tentar desviar do Vulto!]


Narração: Victor

Um pouco intrigado agora devido a Neblina, Victor tenta tirar algo de útil daquele homem caído a sua frente. O homem estava inconsciente, e não parecia mais ter indicios de vida. Não havia falado nenhuma palavra coerente com a situação. Isso deixava qualquer um irritado.
Na rua logo a frente, passavam alguns carros de polícia, em alta velocidade, a cidade agora começava a ficar mais movimentada onde Victor se encontrava. Poderia ser algo perigoso a Victor, que tinha em suas mãos, um homem aparentemente morto.

Narração: Jiahaj

Jihaj questiona o velho para tentar se manter mais informado sobre o caso, saber que o suicida havia tentado destruir a estátua, era novidade para ele. O velho continua esticando seu pescoço por cima de outros, afim de ver se algo havia mudado, ao ouvir sobre Jihaj, ele retruca:
_Reporter...Free lancer! Voce não me parece reporter! O velho ranzinza fala de tal forma, por ser muito conservador e não estar acostumado com a modernidade.
_No meu tempo os homems das noticias usavam roupas diferentes.! Ele volta a tentar enxergar entre a multidão!

Jihaj ouvia o que o velho dizia, mas logo ve algo que lhe chama a atenção! Próximo dele, ve um punhado de penas negras, manchadas com um liquido expesso, provavelmente sangue!


Última edição por Evangel Mertiello em Qua 21 Out 2009, 07:06, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Joan Sivelgate
Frequentador
Frequentador


Nº de Mensagens : 60
Idade : 30
Localização : Nova Iorque
Descrição física : Joan é uma jovem loira que aparenta ter untre 22 a 23 anos, dona de um porte atletico e beleza que chama muito atenção de qualquer pessoa, ela prefere roupas que não impedem sua movimentação, mesmo por que está sempre disposta a enfrentar o desconhecido, na maior parte do tempo ela usa calça de couro e botas e quando possivel, carrega sua espada. Quando está em algum evento da alta sociedade, usa
Data de inscrição : 10/09/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Ter 29 Set 2009, 16:16

Se não fosse pela neblina, Joan seguiria seu percurso de maneira tranquila, ela ainda não tinha ido até a cidade vizinha de Newark, mesmo porque, essa cidade não era o tipo de local que despertaria interesse em uma garota rica que gosta, ou que gostava da natureza, pela memória da Ventrue, aquele lugar era apenas mais lugar decadente e violento nos arredores de Nova Iorque, nada mais... mas com a ajuda de Manoela que fez o grande favor de anotar o endereço, a jovem chegaria de forma tranquila em seu destino, se não fosse por um pequeno detalhe na estrada que ela não contava: um vulto branco que apareceu em sua frente... "Que inferno é isso? logo agora que eu estou dirigindo..." Assim que percebe esse vulto, Joan faz o melhor que pode para desviar e não sair com qualquer tipo de dano, a ela e a sua moto...

4 dados


Última edição por Joan Sivelgate em Ter 29 Set 2009, 16:19, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Personagem Mestre
Adiministrador
Adiministrador


Nº de Mensagens : 1601
Idade : 28
Localização : Trono Negro
Data de inscrição : 16/05/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Ter 29 Set 2009, 16:16

O membro 'Joan Sivelgate' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'10 faces' : 5, 4, 7, 2
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://trono-negro.vampire-legend.com
Jihaj Hanan
Sai do forum e vai dormir!
Sai do forum e vai dormir!


Nº de Mensagens : 301
Idade : 116
Localização : NewArk
Data de inscrição : 23/03/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Ter 29 Set 2009, 22:30

Fala: Minhas roupas é que por eu ser free lence não tenho que usar uma roupa formal sempre ai estava vindo de um jantar e passei aqui perto e vi a movimentação proxima a estatua e parei para ver oq era. (risadinha meio sem graça como se fosse pura curiosidade o fato de estar ali.)


Fala: VC não sabe nada mais para poder me ajudar sobre o garoto e a estatua não?

(rolo um carisma + Empatia para ajudar na tentativa de tirar + algo do homem)


Jihaj coversava com o homem quando procurava por algo que podesse lhe ser util quando percebe algo caido no chão muito estranho.


Citação :
Jihaj ouvia o que o velho dizia, mas logo ve algo que lhe chama a atenção! Próximo dele, ve um punhado de penas negras, manchadas com um liquido expesso, provavelmente sangue!


Apos tirar a informação do velho ou não ele vai ate o encontrado e o pega sem chamar atenção das demais pessoas no local.


Sistema:
1ª rolagem(caris+empatia)= 2


Última edição por Jihaj Hanan em Ter 29 Set 2009, 22:33, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Personagem Mestre
Adiministrador
Adiministrador


Nº de Mensagens : 1601
Idade : 28
Localização : Trono Negro
Data de inscrição : 16/05/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Ter 29 Set 2009, 22:30

O membro 'Jihaj Hanan' realizou a seguinte ação: Lançar dados

#1 '10 faces' : 5, 4

--------------------------------
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://trono-negro.vampire-legend.com
Victor
Criança da noite
Criança da noite


Nº de Mensagens : 153
Idade : 26
Localização : Newark
Descrição física : Victor é alto \190 cm\ com traços europeus, sem grande beleza física, compensa com um sorriso marcante e carismático. Branco com músculos definidos mais não exagerados, olhos azuis, roupas leves que acabam por evidenciar mais suas muitas tatuagens em uma figura magnética. Alem das roupas vistas carrega também uma mochila às costas. Ver -> Avatar e Assinatura.
Data de inscrição : 06/09/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Qua 30 Set 2009, 00:59

Descrição de Desenvolvimento em 1ª Pessoa:

//A neblina aumenta ainda mais//. §Tá bom gora isso ta ficando estranho veio§. //Volto a atenção ao cara, pronto pra arrancar algo útil do que ele tava dizendo mais o babaca morre//. §Fala serio que carinha inutil§. //Pego a carteira no bolso dele, afinal ele não vai mais precisar dela. Depois me afasto dele indo a estatua como estava indo antes, deixando ele lá sem da bola pra morte dele. Afinal ele já tava morto e não tinha mais como me ser útil//. §Veio tem algo fedendo já nessa parada§. //Tudo se tornava mais suspeito pra mim que olhei em volta procurando um perseguidor//.§Quais as coisa que ele falo mesmo§?//Tentava juntar o dito com o que tinha descoberto dele//.§Bom alguma coisa não funciona perto da estatua e§; //Coçando a cabeça enquanto ando//. §Sei lá o que mais ele achava que alguma coisa minha não ia funcionar§. //Não tinha mais duvidas que a parada merecia minha atenção//. §Hahahahah ta ficando mais interessante§. //Ia sorrindo pra estatua, assoviando uma canção sem preocupação//. §Isso pode me render algum prestigio no Sabá. Deve té se um bom desafio e to precisando treinar mesmo então fecho§. //Sorrindo e andando despreocupado revirava a carteira do cara pra ver o que achava//.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Qua 30 Set 2009, 17:36

Era o inicio da noite, naquela semana em especial Pierre havia acordado mais tarde, desde que havia tomado cada gota do sangue daquele Usurpador, Pierre sonhava, com aquele momento, numa mistura de euforia e de terror por tudo que aconteceu e sempre pensava. "Luthier sempre teve razão, só a diablere, pode explicar o ato completo. A semana havia sido turbulenta, desde de a captura de um malkviano que ele ainda estava observando até poder inicia-lo em seu bando.

O sonho daquele noite, fora diferente, uma vasta floresta, um predador e uma caça atromentada, Pierre sabia que não era com ele, mas alguma coisa naquela menina intrigava o resto de sua conciencia mortal. Quem é ela? Quem é o caçador? Porque eu estou sonhando com isso? A mente de Pierre trabalhava, enquanto a água do chuveiro quente batia com força em seu corpo, logo depois este vestia suas roupas, cuidadosamente como fazia todos os dias, ao se olhar no grande espelho do banheiro, já pronto para sair, ele vê sua face sem os tradicionais óculos escuros. O sobretudo preto, e o terno purpura (a moda do sabbath) tão escuro que mal se notava a cor. Ao passar pela mesa, ele pega seus percetences pessoais, e vai direto para o furgão estacionado no patio.

(OFF: Pertences: 2 Pistolas e silenciadores, 1 estaca, celular, carteira e óculos escuros.)

A primeira parada foi rápida, ele parou o grande furgão em frente a Arthur, que estava acostumado a ve-lo de Jipe, mas este fora destruído na ultima visita a New York. - Arthur, tu conhece aquela lenda urbana de uma tal de Alice sei lá o que, que ela tem uma estatua aqui em Newark? Pierre perguntava pela janela, sem mesmo sair do carro, para chegar mais proximo ao parceiro de vendas.

(oFF: Arthur vende as drogas que o Pierre manipula, normalmente ele sabe das coisas que acontecem por ai, porque ele vive nas ruas falando com as pessoas e tudo mais, mas ele só sabe de coisas mudanas, nada de coisas sobrenaturais, apenas as coisas que os mortais acreditam, mas ele sabe que existem vampiros Razz ele trabalha com um.)

_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Evangel Mertiello
Criança da noite
Criança da noite


Nº de Mensagens : 158
Idade : 32
Localização : Newark
Descrição física : Altura: 1,70
Peso: 54 Klg
Pele: Branca
Deformidade: Não
Idade Abraço: 24
Cabelo: Preto / Branco
Olhos: Verdes

Data de inscrição : 04/06/2009

MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Sex 02 Out 2009, 13:40

Primeira Noite
Quinta-Feira / 23:40hrs / Temperatura ambiente: 15ºc / Nublado


Tommy Washington ponderava próximo aquela grande quantidade de pessoas, viu ali uma gama muito estensa de curiosos, e de policiais que trabalhavam arduamente para conter a euforia de todos. Ele arruma seu casaco, um certo “tic nervoso”, e se aproxima da barreira imposta de limite. Um dos guardas, por instinto, se volta para Tommy, e logo o adverte, pedindo para que ele se afaste. Ele obedece de pronte, mas não desisti de rodear, afim de ter uma melhor percepção dos acontecimentos.
Dando uma pequena olhada em volta, ele vê um rosto aparentemente, não familiar. O homem parecia conversar com um velhinho, que por sua vez, estava mais interessado, em ver do que falar.

Narração: Jihaj

O velho olha de ponta de pé para tentar ver alguma coisa, aquela curiosidade mórbida, que todo ser humano está sujeito. Jihaj tenta questiona-lo sobre os acontecimentos. Mas o velho nem da atenção, por um momento ele para e diz:

_Filho! Estou tentando enxergar! Antes mesmo de retrucar outra frase, Tommy apoia a mão no ombro do velho e diz:

_Tudo bem senhor, parece que já está tudo se acertando. Ele olha agora pra Jihaj. _ O Senhor é novo? Tenho já algum tempo nesse bairro, nunca o vi por aqui? Ele fala de modo sutil, para causar boa impressao ao estranho.


Narração: Joan

Joan seguia em um velocidade, até que aceitável para o momento, ela pretende chegar logo, mas, é surpreendida com uma aparição que a faz banbear na pista, mas logo consegue se recobrar. Ao passar por aquele trecho mais escuro, ela sobe um pequeno morro, no término do mesmo ela já pode ver as luzes de Newark. A luzes amareladas tão características da cidade, a gora tinham um tom avermelhado, das sirenes das viaturas e carros de pronto atendimento.

Narração: Victor

Começa a ventar um pouco mais forte, nada de anormal, mais visivelmente, a neblina parecia agora deslizar por entre as casas, ainda densa, ela se movia com graciosidade devido ao ar frio que a conduzia.
O cenário continuava desolado a Victor, não perceberá ninguém alem daqueles que já haviam passado, e do cadaver ali a sua frente. Ao “fuçar” no bolso do mesmo, ele encontra sua carteira, e tenta encontrar algo que seja util a ele naquele momento. O que ele encontra dentro é: Um Rg, com o nome meio ilegível, algumas notas, e uma chave prateda muito chamativa!

Narração: Pierre

Realmente o mundo é estranho, as pessoas do bairro de Newark fizeram um grande alarme em relação a estátua, agora com o homem tirando sua própria vida perto da mesma, só fez aumentar as especulações referentes a sua influencia na cidade.
Pierre, em prórpio pensamento, se questiona por um momento, sobre o sonho que acabara de ter, são dúvidas muito comuns, e a pergunta parecia pairar, “Qual minha realação com isso?”.

Pierre termina seu banho, e arruma seus pertences como de costume, logo ele pega seu carro, não o habitual, e sim o furgão que havia preparado para aquela noite.
Enfim, com tudo pronto ele se dirige até um velho “amigo” se assim dizer! Artur limpava um carro esporte vermelho, sem ligar muito para o tempo e nem para a neblina. Quando Pierre logo para ao seu lado com seu furgão lhe fazendo algumas perguntas.
Artur volta a fronte em direção de Pierre, e exclama!

Tai pierre! Esse é um carro que me orgulharia em ter! Chegando próximo ao furgão, ele debruça na porta olhando com satisfação.

_Já era o jipinho mesmo hein! Agora com uma feição mais séria, ele responde a Pierre.

Você tá querendo ir até e estatuazinha? Vou adiantar a única coisa que sei dela por enquanto! Me disseram que um “rapa” morreu lá. Dizem também, que coisas estranhas acontecem com aqueles que estão próximos a ela. Mas de boa Pierre, nem me atento muito “ainda” com isso!
.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Lenda Urbana   Hoje à(s) 22:54

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Lenda Urbana

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Trono Negro :: Baboseiras e tolices (Espaço off) :: Cemitério de Crônicas.-