Trono Negro
Seja bem vindo a Trono Negro

Registre-se primeiramente e leia a mensagem de boas vindas em sua caixa de Mensagens Privadas

Wellcome to the jungle..


Fórum, destinado à Play By Forum, utilizando o sistema de RPG Vampiro: A Mascara produzido pela White Wolf.
 
InícioGaleriaPortalFAQMembrosRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Dom 18 Jul 2010, 16:21

( Ah desisto, vou morrer nessa crônica livre, esse rolador é bugado ¬¬ )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Dom 18 Jul 2010, 16:36

(Tu não viu nada pelo menos e perdeu 1 ponto de Humanidade, pelo arrependimento que esta sofrendo.)

Para onde o cainita irá? Ele ainda não sabe se deixará o corpo ali, ou não. O tempo corre.

_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Dom 18 Jul 2010, 17:28

Nada sentindo pela morte da mulher, ele somente tinha uma sensação amarga, porém jogo-a de lado. Pegou o dinheiro da mulher para simular um assalto, então começou a procurar um refúgio afastado, de preferência nas zonas mais florestais da cidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Dom 18 Jul 2010, 18:16

Kuthakwakulu, levou a mochila da moça, que tinha livros de astrologia e uns trocados, além de outras coisas inuteis, para o vampiro. Kuthakwakulu, desceu as escadas e começou a andar em direção ao centro da cidade. Refletindo os acontecimentos. E então naquelas ruas com pouco movimento, o Gangrel ouve o barulho de uma moto, vindo da direção que ele veio, uma moto vindo em alta velocidade, e reduzindo, enquanto passava por ele. Freiando assim que o viu.

- Então, finalmente o achei. O homem saiu de cima da moto, colocando o tripé dela, e retirando o capacete.

- Não acho que o que você fez, fez por mal, mas de qualquer jeito, terá de vir comigo, precisa se apresentar a alguém, concorda?


_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Dom 18 Jul 2010, 19:56

Kuthakwakulu estava com os nervos por umk fio, ao ver o homem expôs os dentes tal como um animal, so estava se fodendo nessa cidade. Estreitou os olhos em chamas para o rapaz, sequer se moveu, somente o encarou em alguns segundos de silêncio, que pareciam durar séculos, então perguntou de forma ríspida e rápida.


- Que porra é você?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Seg 19 Jul 2010, 20:34

- Sou Jafaz, Algoz de New York. O oficial mostra as presas ameaçadoras para o gangrel a sua frente. O clima naquela rua sem movimento fica tenso, enquanto os mortos se encaravam. - Entre naquele carro. Jafaz apontou para o carro que acabara de converter naquela rua, e jogava os faróis nos dois.


_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Ter 20 Jul 2010, 11:31

* O africano também fazia o mesmo, não ligando para o clima de tensão que se instalava ali. Ele também colocava a mão sobre o carro da arma, estava se acalmando, mas não iria obedecer qualquer um que se intitulasse rei do lixão. Encarando-o nos olhos e sem o menor sinal de medo, continuou a falar.

- Qualquer um pode se dizer algoz, para onde quer me levar?!


* Falou ao encarar os olhos rubros com determinação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Ter 20 Jul 2010, 20:17

*Jafaz agora sorriu, achando graça da atitude do neófito, ele deu um passo na direção do rapaz, enquando o carro que vinha lá atrás se apróximava cada vez mais.*

- Te levarei para ver o senhor da torre de marfim. Aquele ao qual você deve pedir permissão para andar em suas terras. Você tem escolha. Posso te matar aqui e agora como um indigente, ou entrar naquele carro e calar esta maldita boca.

*O homem pareceu perder todo o senso de humor enquanto falava, o gangrel que estava pronto para atacar sentiu que ele não brincava, e se ele se lembrava das tradições, não era qualquer um que poderia matar um vampiro. Jafaz lhe deu uma escolha, era só pegar o que ele achasse mais produtiva.*

_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Qua 21 Jul 2010, 18:19

O cainita não se intimidou pela reação daquele que se dizia suposto algoz, pelo contrário, era muito mais perigoso o que atacava pelas costas. Somente por precaução ele apertou mais forte o cabo da pistola, se afastando com alguns passos, mantendo uma certa distância, se ele esboçasse algum ataque, o mataria. Enquanto o cainita falava, ele observava calmamente sua aexpressão, tentando entender se este estava mentindo ou falando a verdade, se estivesse em dúvida ou acreditasse no que o referido "algoz" falava, ele entraria no carro em silêncio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Qua 21 Jul 2010, 20:59

O cainita não saberia dizer se o homem era ou não o Algoz. Porém ele era tremendamente autoritário e parecia potencialmente perigoso. Além disso, tinha um carro que estava quase estacionando, com quantas pessoas dentro, uma, duas, três, vampiros? lacaios? o gangrel não saberia dizer, só tinha uma certeza, o camuflador foi pego de calças nas mãos, foi pego como uma preza fácil, como um coelho que corria após roupar uma cenoura de um fazendeiro.

_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Qua 21 Jul 2010, 21:29

Realmente não tinha entendido como foi pego assim, sempre foi um homem atento, acreditava que mesmo que houvesse sido encontrado, poderia perceber a aproximação antes de ser tarde demais, ledo engano. Se resignou por aquele momento, soltando o cabo da arma e entrando no carro em silêncio, enquanto isso fechava os punhos e cruzava os braços, em uma reação instintiva ao proteger-se, verificava se haviam mais homens por ali e permanecia em silêncio durante a viagem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Qua 21 Jul 2010, 22:25

Havia apenas um homem dentro do carro, o motorista (obvio duh, narrador burro ¬¬). Este respeitou do silencio do Gangrel, seguindo um caminho no qual o Gangrel não conhecia, e teria um pouco de dificuldade de voltar por aquele caminho.

O homem dirigia em alta velocidade, fazendo com que o cainita tivesse que se segurar muitas vezes nos "putamerda" do carro para se segurar, assim que convertiam nas curvas e os pneus cantavam mas o carro ainda se mantinha estável. O homem na direção parecia sério, e sempre concentrado na estrada, o carro não tinha som, e todo o som que chegava ali era um som baixo do barulho da rua, e o pesar do silencio era sentido nos ombros.

Assim que o homem parou, ele falou sua primeira frase desde o começo da viagem. - Você irá descer do carro, caminhar até aquela porta-rolante, não a principal, aquela secundária. E pedira para ver o Sr. Caliban. Boa sorte.

*Assim que o Gangrel deu um passo, mal tinha fechado a porta, o carro arranca cantando pneus e a porta se fecha com a força do movimento.*

E mais uma vez o gangrel fica ali sosinho na escuridão, mas agora tinha algo a fazer, se é que tinha em mente desobedecer os homens. Seja lá o que eles sejam.


_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Qua 21 Jul 2010, 23:31

* Estava praticamente em xeque, graças as forças que conspiravam para tudo dar errado. Massageou as temporas em um sinal de nervosismo e resolveu continuar, olhando ao redor, um pouco tenso, mas tentando transparecer confiança naquele local de alto nivel, ele sabia que se destacava. Então com toda a dignidade possivel, seguiu as instruções do motorista, usando o acesso secundário ele empurrou a porta, se dirigindo ate um atendente. Sorriu de forma educada enquanto falava.

- Gostaria de ver o Sr. Caliban.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Qui 22 Jul 2010, 00:08

Ao passar pela passagem o som do detector de metais ecoa. PIPIPIPI. O homem olha para o vampiro, e sorri. - Poderia deixar, objetos metalicos aqui nesta sacola, sim? *E ele lhe entrega uma bolsa de pano.*

*Assim que os problemas na portariam foram resolvidos, o jovem é levado a um elevador, pelo mesmo homem que o recepcionou, e eles sobem, a musica do elevador é entediante, mas graças aos deuses mortos, que o elevador era rápido, mesmo para a construção antiga.*

O elevador para, e um barulho de Plim corta a musica, a porta do Elevador se abre para um corredor e um portal, com uma porta dupla escondendo a sala atrás dela. Assim que o gangrel da um passo para fora do elevador, a porta torna a fechar e o elevador passa para o próximo destino. O corredor tinha alguns quadros nas paredes, verdadeiras obras de arte. E a porta colossal do outro lado. Uma porta de madeira, pesada e imponente. A espera das batidas do gangrel.

_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Qui 22 Jul 2010, 01:43

O africano apreciava por um momento os quadros, porém não gostara do que tinha de fazer. Entendia que entrar com armas em um suposto elísio era uma violação, mas sem uma arma se sentia vulneravel, quase nu. Ainda que não tinha certeza, avançou ate a porta, avrindo-a com os dois braços e entrando no recinto...


- Boa noite.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Sex 23 Jul 2010, 22:18

Havia sentado atrás da mesa, um homem bem vestido. Ele estava com um chapéu em sua cabeça, um terno feito sob medida para ele, negro como a noite. O homem escrevia num computador portátil, enquanto tinha a cabeça um pouco abaixada, impossibilitando ver-lhe a face, graças ao computador e ao chapéu.

- Erntre. Vejo que não há os bons e velhos modos em seu semblante.

A voz era rouca, e tinha um sotaque forte russo. O vampiro sentado a mesa, nem se mexeu, apenas enquanto falou aquilo.

- Mas ainda acho esta uma boa noite. E você?

_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Sex 23 Jul 2010, 23:22

* O cainita se repreendia mentalmente, então fazia uma leve e silênciosa reverência, demonstrando o respeito para o ancião e o seu provavel principie, ele levantava os olhos e falava em um tom baixo, porém audivel.

- Perdoe-me pela intrusão, porém ocorreram imprevistos...

* Disse ele, tentando salvar sua imagem, enquanto erguia seu semblante calmo e ao mesmo tempo ansioso, pelos mistérios, problemas e dores que haviam passado. Se sentia vazio, como se algo importante tivesse indo embora, além disso o incomodava o fato de não poder ver a face do principe. Então se aproximou, puxando a cadeira e se sentando aonde foi indicado, observou fundo e concentrado com quem falava.


- Eu me chamo Kuthakwakulu majestade, gostaria de me apresentar devidamente...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Sab 24 Jul 2010, 17:01

Assim que o neófito poem a mão na cadeira e se prepara para sentar, o principe abaixa a tela do computador e lhe olha nos olhos. O rosto do principe era de um mal gosto horrivel, sua era estranha, seus olhos eram esbugalhados, como se ele tivesse sido apertado por muito tempo, e aquelas bolas pareciam sair de sua cara. A boca era o que mais impressionava, tinha uma bocarra, maior que bocas de seres humanos, e os dentes, estes eram disformes como os dentes de um tubarão, muitos destes saltavam para fora da boca como se quizesse fugir. O neófito não conseguiu se sentar, perdeu a pose por um breve instante.

- Vejo que você ouve vozes. Pois não foi convidado a sentar.

Havia um tom de sarcasmo na voz russa do vampiro a frente do gangrel.

- Só gostaria de saber, quanto tempo você levaria para me procurar, se meus agentes não tivesse ido atrás de você?

O principe tinha ouvido a apresentação do Kuthakwakulu, e não parecia ter se impressionado com o nome. Olhava o neófito com aqueles olhos saltados, como se analiza-se cada expressão morta no vampiro.

_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Sab 24 Jul 2010, 20:48

O cainita não deixou de se impressionar, não por aquele olhos,mas sim pela bocarra, como aquela coisa se alimentava? Imaginou por um instante e um frio percorreu sua espinha. Então desviou o olhar por um instante e voltou a fitar o principe, tomando uma expressão séria, mas ainda assim calma. Ouviu tudo que ele tinha falado e se repreendeu, afinal tinha jurado que ouviu aquilo! Falou com a voz de forma afavel e educada, como sempre foi.


- Posso garantir que seria o mais rápido possível, porém não tive muito tempo e esta sendo difícil me adaptar a essa cidade, majestade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Dom 25 Jul 2010, 14:16

O principe dava um sorriso, como se tivesse achado muita graça. E logo aponta a cadeira.
- Agora, pode sentar. A voz sempre tinha um sotaque Russo, o africano as vezes tinha um pouco de dificuldade para entender, já que falava inglês só que não tinha uma prática muito profunda, e o homem falava um inglês carregado de uma outra língua, dificultava muito as coisas.

- E o que pretende em Nova York, e o que faria eu te deixar tropeçando pela minha cidade? Ele continuava olhando para os olhos do gangrel a sua frente, enquanto o computador portátil estava totalmente fechado. Ambos trocavam olhares por cima da mesa, e do teclado, não parecia ser hostil, mas era assustador estar na frente do principe, e ele estar cogitando a idéia de te expulsar da cidade.

_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Dom 25 Jul 2010, 20:00

- Bem vossa majestade... Me pergunta o que quero aqui, mas realmente não tenho um motivo especial...



Dizia o cainita se acalmando, mantinha o olhar ao do principe, enquanto os dedos tamborilavam sobre as próprias pernas. Algumas vezes inclinava o rosto mais próximo do rosto assustador dele, tentando ler a expressão deste, porque sua linguagem era rebuscada, antiga e usava sotaque de outra lingua. Ao ouvir a pergunta, repousou a cabeça sobre as mãos cruzadas.

- Sou apenas um viajante, porém sou fiel a minha seita, acredito que esse seja o principal motivo, afinal não estamos todos à procura do bem maior da raça?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Dom 25 Jul 2010, 20:55

Era práticamente impossivel ler as expressões faciais de um monstro, a menos que tu conviva com ele tempo o suficiente para saber como são estas expressões, já que o rosto deformado dele não era nada normal. Os olhos esbugalhados ainda giravam e desde o começo da conversa não foram fechados, nem para piscar uma vez. É claro que Kuthakwakulu também não piscava se quizesse, qualquer vampiro se livrou disso quando morreu, mas o que ficava na mente do Gangrel, era se ele realmente tinha as palpebras para fechas os olhos, e como seria esta bizarrice. A bochecha do nosferatu começou a crescer, e estourou como se fosse feita de lama, dali saiu uma mistura de pus e sangue, que prontamente fora limpa como se o nosferatu tivesse sentido a bolha crescer e estourar.

- Claro que queremos, mas não é o melhor para New York ter um viajante, que deixa cadaveres por onde passa. Cadaveres sem sangue.

Caliban deixou o gangrel no silencio, para tentar entender como o principe sabia dele. E desde quando ele sabia? Será que ele já poderia o ter abordado no dia em que chegou? O gangrel não sabia dizer.

_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Seg 26 Jul 2010, 18:09

Não se deixou intimidar, aquela cena era bizarra, porém ja tinha visto centenas de cadaveres em decomposição e pelo menos iria manter sua dignidade. Deslizou o dedo pela mesa, enquanto notava ele limpar aquela horrível bola de pus, como se fosse algo comum, tirando o fato da vida dele ser totalmente bizarra, ele tinha uma arma incrível para intimidar, realmente não queria seus rostos próximos, principalmente se deixasse o príncipe nervoso. Se inclinou mais próximo, cruzando os dedos para apoiar o queixo.

- Vossa majestade, não sou um arruaceiro do sabá, o que ocorreu foi um acidente, o qual não desejei que ocorresse. Também sei que se suspeitasse de minha filiação aos anarquistas ou ao sabá, essa apresentação não seria tão gentil. Então por favor, peço que me aceite, se acredita em minha palavra.


Um silêncio constrangedor veio depois por parte do africano, tinha feito uma aposta, essa sendo particularmente perigosa para sua não-vida. Não sabia se tinha ousado demais, porém o principe o tinha colocado em um beco sem saida e realmente aquilo lhe irritava, afinal não foi responsável pelo crime, ou se foi, nunca teve a intenção, embora a vítima não ligasse para isso, ja que estava morta. Esperava ansioso a resposta do príncipe, tinha seus olhos fixos nos dele...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Ter 27 Jul 2010, 20:54

O principe deu um sorriso, e balançou a cabeça afirmativamente. Enquanto, também se apróximava do gangrel seus rostos ficaram a cerca de 10cm um do outro. Um rosto peludo, que lembrava um tubarão leproso e ele fala baixinho, como se conta-se um segredo, e aquela bocarra vendo de perto, parecia que poderia morder a cabeça do gangrel inteira, e ela se movia devagar e emitia um sussuro imundo das profundesas daquele ser monstruoso.

- Há verdade em suas palavras. E como há. É claro que sei, de onde você saiu, e talvez saiba até mais coisas que você mesmo.

O principe afasta o rosto, como se tivesse acabado de contar o que tinha pra contar. - Mas isso não importa agora. Acima de tudo, ele era um Nosferatu, e estes não dão informação, vendem. Isso era claro pro gangrel. Não tinha porque ser diferente com o principe. Talvez fosse diferente a a situação fosse contrária. Kuthakwakulu, o afro-descendente sentado no trono negro de NY, e Caliban, o nosferatu pedindo acesso a cidade. Nesta situação, talvez alguma informação sairia da boca gigantesca daquele monstro, sem um pagamento justo. Mas não era esta a situação. Que tipo de pagamento Caliban precisária para dar qualquer coisa ao Neófito? Será que ele já não tinha tudo que se precisa? Isso provavelmente é material para um outro encontro, o foco do Gangrel era conseguir livre acesso a cidade, ou acesso restrito, enfim, qualquer acesso que consegui-se, estária ótimo.

- Eu o aceito em Nova York. Mas primeiro, você terá de pagar pelos crimes contra a mascara, e depois terá de fixar um refugio. Não gosto de andarilhos.

Caliban parecia sincero em suas palavras, ele deu ao jovem a sua primeira obrigação, agora não era questão de mera comodidade, e sim obrigação, achar um local para morar.
O principe, deu um tempo pro neófito digerir a informação "quebra de mascara" e logo lhe vem a mente, que seu disfarce de ladrão, não foi tão bom quanto ele esperava. As coisas eram mais fáceis na floresta.

_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Ter 27 Jul 2010, 21:58

* Observou aquela face fétida, putrida, uma mistura de tudo que havia de nojento e tenebroso em um nosferatu, será que todos seriam tão bizarros? Quando ele se afastou e falou as primeiras palavras de aceitação, ele sentiu uma tranquilidade enorme lhe invadir, ao mesmo tempo que o ambiente melhorava. Então ouviu o resto da sentença, aguçando sua atenção, enquanto balbuciava mais tranquilo, meneando com a mão em gestos tranquilos.

- Agradeço por ter me aceito príncipe...

* Disse ele com o olhar baixo, ainda tentando engolir tudo aquilo. No final fazia sentido, em verdade, esta fora a primeira vez que algo assim tinha acontecido, era um mundo novo. Agora sabia que não tinha tido sucesso, esfregou as mãos pensativo, teria de aprender com seus erros e acertos. Somente esperava que acertasse mais do que errasse, tinha noção de que quase tinha sido morto, afinal se não tivesse sido aceito, poderia ser eliminado assim que se retirasse do elísio. Levantou o olhar para Caliban...


- Pois bem, o que tenho de fazer?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Hoje à(s) 17:11

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

"Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Trono Negro :: Vampiro: A Mascara :: Cronicas Livres Completadas. [ Cemiterio ]-