Trono Negro
Seja bem vindo a Trono Negro

Registre-se primeiramente e leia a mensagem de boas vindas em sua caixa de Mensagens Privadas

Wellcome to the jungle..


Fórum, destinado à Play By Forum, utilizando o sistema de RPG Vampiro: A Mascara produzido pela White Wolf.
 
InícioGaleriaPortalFAQMembrosRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Ter 27 Jul 2010, 23:09

- Fazer? O principe deu um sorriso sinistro, enquanto sua mão abria uma das gavetas da sua escrivaninha. - Você nada. De dentro da escrivaninha, o ancião nosferatu retirou um alicate metálico, um alicate de bico, destes utilizados em construção civil. - Mas eu terei de puni-lo. O principe disse aquilo, e ele parecia gostar de ser o homem que punia. O ancião se levanta. - Você irá receber uma punição leve, e talvez aprenda a ter mais cuidado. Assassinos humanos não deixam suas vítimas sem sangue. Ladrões não deixam telescópios que custam quase mil dólares, na cena do crime. E acima de tudo isso, predadores não deixam rastro para serem seguidos até suas tocas e serem mortos enquanto dormem. E eu garanto que a mascara seja respeitada. Você a desrespeitou, desta vez pegarei leve. O monstruoso vampiro caminhava em volta da mesa com o alicate na mão direita, ele o segurava com a delicadeza de um francês, mesmo que sua voz soasse como um uivo de um barbaro do frio de Moscou.

(Acho que tu sabe o que ele quer, pode fazer tua ação.)

_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Qua 28 Jul 2010, 20:28

Não pode deixar de engolir em seco, ele falava sério? Olhou para o alicate com um misto de tensão e terror, realmente tinha feito aquilo e não foi o suficiente, porém era tudo que sabia, não era justo. Com um misto de raiva e subordinação à situação, ele empurrou sua mão aberta contra a mesa, fazendo um grande barulho e olhando com uma determinação abalada, porém afiada para o princípe.

- Pois bem! Se esse é o preço, então o faça...!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Qua 28 Jul 2010, 21:50

- Eu faria, mesmo se você se recusa-se. O principe colocou uma das mãos com uma luva de couro no ombro do neófito, e agora ele sentiu a imensa força que aqueles braços magros e provavelmente monstruoso, coberto por roupas de altissima qualidade. O braço esquerdo do nosferatu segurou o gangrel sentado, e o gangrel não mexeria aquele braço, nem se tivesse vontade de parar aquela loucura. - Abra a boca. Sibilou o nosferatu por entre os lábios horriveis, assim que o gangrel abriu a boca, o principe colocou o alicate numa das presas do vampiro. - Primeiro a esquerda. O principe apertou o alicate no dente do gangrel, e girou lentamente e com força cirurgica, dando ao vampiro extrema dor e raíva.

[Toma-se um de dano letal, não absorvivel, e tem que testar frenezi contra dif 5.]

_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Qui 29 Jul 2010, 20:27

- AAAH! Desgraçado!

* Falou o cainita em sua língua natal enquanto gritava, se contorcendo contra a força do nosferatu, aquele filho da puta tinha passado do limite! Ele se balançava com força contra a cadeira, sentindo a dor se espalhar como um raio por seu corpo, não sabia se vampiros produziam adrenalina, mas jurava que estava cheio dela, enquanto os olhos vermelhos faiscavam contra o príncipe abusado. Sua boca estava molhada da vitae própria, o liquido lhe banhava, aumentando ainda mais a sua fúria. A cantilena em africano continuava.

- Você se acha alguma coisa, seu torturador de merda?!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Personagem Mestre
Adiministrador
Adiministrador


Nº de Mensagens : 1601
Idade : 28
Localização : Trono Negro
Data de inscrição : 16/05/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Qui 29 Jul 2010, 20:27

O membro 'Kuthakwakulu' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'10 faces' : 4, 1, 7
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://trono-negro.vampire-legend.com
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Qui 29 Jul 2010, 20:29

[ Se for pelo rolador de dados, eu estou morto ]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Qui 29 Jul 2010, 21:43

(É bom tomar alguma atitude na próxima rolagem de dados, não vai ser nenhum pouco agradavel entrar em frenezi na frente do principe. O resultado disso é o esperado.)

Os gritos de dor do Gangrel, em sua língua materna eram estranhos e nem um conterranio seu, conseguiria entender o que ele gritava, graças ao sangue que saia de sua boca, enquanto as palavras vinham junto. O principe retirou a primeira presa, e a depositou em cima da mesa.
- Você terá de se alimentar por outros meios, se não quizer continuar quebrando a máscara. Caso insista em quebra-la, seu próximo castigo é a morte. Enquanto falava aquilo calmamente, alheio aos gritos de dor, desespero e raiva do vampiro a sua frente, Caliban lhe segura a mandibula, forçando o gangrel, que agora mantinha a boca totalmente fechada, por uma força interna, a abrir a boca. Assim que a boca ficou aberta, o ancião, lhe arrancou vagarosamente a outra presa, superior. Sangue jorrava de onde foram extraidos dos dentes, e dor era nauseante.

(Perdesse +1 de vitalidade, não absorvivel, e perdeu 1 de sangue, pode usar o sangue pra se curar normalmente).

Caliban depositou a segunda presa em cima da mesa, e afroxou a mão que segurava a mandibula do vampiro a sua frente, a mão segurou o ombro do gangrel e o arremessou por cima da cadeira, jogando-o deitado próximo a porta.
- Você foi aceito em NY, isso não quer dizer que eu simpatizo com você. Não gosto de vampiros que não conseguem manter o controle nem por uma noite seguer. Obviamente não gosto de você, por você ser um vampiro desdes. Foste poupado hoje, por eu compreender a besta vampirica melhor que você. Mas não a culpe, por você não ser capaz de controla-la. Agora pare de sujar minha sala com seu sangue e saia.

(Rola, autocontrole contra dif 8, antes de fazer sua ação... se não tiver nenhum sucesso, tu vai cair em frenezi... se tu tiver 1 sucesso somente, tu vai ter que rolar mais uma vez com diff 7, até somar 3 sucessos, numa batalha contra a besta.)


_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Sex 30 Jul 2010, 20:00

O cainita não tinha palavras, a dor e a fúria era horrível "compreendia a besta?" lá estava um idiota, era uma criatura bizarra, mas tinha a lingua tão vagabunda quanto qualquer principe ventrue, sentia a besta queimar no seu amago, vendo que não poderia mais ficar ali, correu para longe daquele lugar.

[ Vou gastar um ponto de fdv e o resultado dos dados não é minha culpa, affe ¬¬]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Personagem Mestre
Adiministrador
Adiministrador


Nº de Mensagens : 1601
Idade : 28
Localização : Trono Negro
Data de inscrição : 16/05/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Sex 30 Jul 2010, 20:00

O membro 'Kuthakwakulu' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'10 faces' : 3, 8, 2
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://trono-negro.vampire-legend.com
Pierre Moonsrapier
The Collector
The Collector


Nº de Mensagens : 1456
Idade : 49
Localização : Newark - Zona Leste
Descrição física : Pierre é um homem alto (182cm) e negro. O rosto largo com um óculos com as lentes redondas, um sorriso estranho e branco contrastando com a cor da pele. Sempre anda bem vestido o que dá ao Ductos um ar mais social do que realmente é.
Data de inscrição : 28/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Sex 30 Jul 2010, 21:49

Kuthakwakulu, brigou contra a besta e parecia estar ganhando o combate, só que ela ainda estava revoltada, não gostava de ser humilhada, ela era superior, sempre foi, e como algo superior não poderia ser humilhada, ela não conhece titulos, e poder, só furia e destruição. Tudo o que ela queria era liberar isso sobre aquele maldito monstro do esgoto. Mas o gangrel segurava suas redeas com força, machucando-a um pouco, para que ficasse ali, em sua pequena jaula no meio da mente do gangrel.

O gangrel cambeleou, pelas portas que ele havia aberto de maneira espalhafatosa e provavelmente desnecessária, quase não reunindo forças para abrir, uma delas apenas. E caminhava pelo corredor, logo após da sala, a porta fechou com força nas suas costas, pois era pesada o suficiente para bater mesmo a pequena distancia que o gangrel utilizou para sair. Agora com calma, e em meio a dor da humilhação, o vampiro consegue ver o real desenho nos quadros nas paredes. Todos eles eram rostos, rostos provavelmente de vampiros, a se pensar na aparencia. Vários e vários vampiros diferentes, de todas as etinias e possivelmente clãs da camarilla. Mas o que aquilo representava concerteza o gangrel não sabia dizer. Mas suspeitava que eram os quadros dos infratores da mascara. E no único ponto vago naquelas paredes o gangrel imaginou o seu próprio retrato pintado a oleo, numa tela. Quanto tempo será que levariam para fazer e por quanto tempo ficaria ali para todos verem? Mas era apenas uma suspeita do gangrel.

Ele caminhou tropego, até o elevador, e este já estava no andar, com um homem dentro. O homem olhou para o gangrel, pareceu assustado, mas fez de conta que nada tinha visto.
- Iremos para o estacionamento, há um taxi sua espera. Aquilo foi toda a conversa que houve dentro do elevador, e logo o gangrel saiu do Empire State e entrou num taxi, que o levaria para seu destino.

- This Is The End. -

Você ganhou 1 pontos em Status (Reconhecido pelo Principe)
e dois pontos de experiencia para investir onde você quizer. Lembre-se, que para as próximas cronicas, você ainda estará sem as presas. Eu te mandarei uma msg, assim que elas crescerem denovo.

Caso queira abrir outra cronica livre, fique a vontade, sempre lembrando de como tem que fazer, colocar o objetivo, e fazer uma boa introdução sobre a tua noite atual e coisarada, e se quizer se inscrever nas cronicas gerais, eu abri uma (se é que tu não me achou muito sanguinário, mas afinal isso é um jogo de terror, se num jogo de terror não houver sangue e morte e injustiça, se torna fantasia. Razz)

Kina, é o cara quem atualiza as fichas, ele provavelmente irá atualizar a sua, mande para ele o que tu quer fazer com os pontos que ganhou, ou se quer guardar. Você quem decide.

_________________________________________________
Gostaria de dançar sua ultima dança em vida, comigo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kuthakwakulu
Curioso
Curioso


Nº de Mensagens : 31
Idade : 116
Localização : Tanzânia
Data de inscrição : 06/07/2010

MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Dom 01 Ago 2010, 01:45

[ isso não foi um filme de terror, foi um massacre! :~~ nunca vou fazer rolagem de dados, mas vlw pela narração Pierre, tirando esse meu azar foi uma boa crônica. ]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: "Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu   Hoje à(s) 17:12

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

"Chegada" Crônica solo - Kuthakwakulu

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Trono Negro :: Vampiro: A Mascara :: Cronicas Livres Completadas. [ Cemiterio ]-